Reconhecimento de faces em pacientes com epilepsia do lobo temporal mesial

Reconhecimento de faces em pacientes com epilepsia do lobo temporal mesial

Título alternativo Face recognition in patients with mesial temporal lobe epilepsy
Autor Gaça, Larissa Botelho Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Bueno, Orlando Francisco Amodeo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo Deficits cognitivos podem ser encontrados em pacientes com epilepsia do lobo temporal mesial (ELT). Dificuldade para identificacao e reconhecimento de faces pode ser um deles, uma vez que o giro fusiforme, que encontra-se no lobo temporal inferior, esta relacionado a esta funcao. O objetivo do presente estudo foi investigar identificacao e reconhecimento de faces em pacientes com ELT com esclerose hipocampal direita (ELT D) e ELT esquerda (ELT E) em comparacao com sujeitos saudaveis e, caso houvesse deficit, se este estendia-se a demais estimulos visuais, que nao apenas faces. Investigamos tambem o padrao de fixacao ocular nos grupos ELT D, ELT E e contole. Encontramos diferencas no desempenho dos tres grupos em relacao tanto a identificacao quanto ao reconhecimento de faces e, de forma geral, o grupo ELT D apresentou os piores desempenhos nos testes de faces e tambem em teste de identificacao visual para outros estimulos que nao faces. ELT D prejudica tanto o reconhecimento de faces ja conhecidas como a identificacao de faces (prosopagnosia aperceptiva), mas o deficit pode se estender a identificacao de formas. O grupo ELT E tambem apresentou desempenhos significativamente piores do que o grupo controle em um dos testes de reconhecimento de faces, mas ainda assim obteve desempenho mais alto do que o grupo ELT D nas testagens. Nao encontramos diferencas no padrao de fixacao ocular entre os grupos, o que nao nos permite inferir que haja diferenca entre os grupos de pacientes e o grupo saudavel em relacao ao processamento visual de faces

Cognitive deficits can be found in patients with mesial temporal lobe epilepsy (TLE). Difficulty in face recognition and identification can be one, since the fusiform gyrus, located in inferior temporal lobe, is related to this function. The aim of this study was to investigate the face recognition and identification in patients with temporal lobe epilepsy with hippocampal sclerosis right (R TLE) and left (L TLE) compared with healthy subjects , and if there was a deficit , if this extended to other visual stimuli, not just faces. We also examined the pattern of eye fixation in R and L TLE groups and control. We found significant differences in the performance of the three groups with respect to both the identification and face recognition and, in general, the group R TLE group showed the worst performance in tests of faces and also visual identification test stimuli other than faces. R TLE impairs both the recognition of already known faces as the identification of faces (aperceptive prosopagnosia), but the deficit may extend to identifying shapes. The L TLE group also presented significantly worse performance than the control group on a test of face recognition, but still got higher performance than the R TLE group on testing. We found no differences in the pattern of eye fixation between groups, which did not allow us to infer that there is a difference between the patient groups and the healthy group compared to the visual processing of faces
Palavra-chave Humanos
Epilepsia do Lobo Temporal
Recognição (Psicologia)
Prosopagnosia
Humanos
Idioma Português
Financiador Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2013
Publicado em GAÇA, Larissa Botelho. Reconhecimento de faces em pacientes com epilepsia do lobo temporal mesial. 2013. 63 f. Dissertação (Mestrado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 63 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23261

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-14421.pdf
Tamanho: 1.524MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta