Fatores que interferem na busca tardia do acompanhamento assistencial do usuário portador de HIV.

Fatores que interferem na busca tardia do acompanhamento assistencial do usuário portador de HIV.

Alternative title Correlates of hiv/aids treatment seeking delay in São Paulo, Brazil
Author Khoury, Zarifa Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Villela, Wilza Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Saúde coletiva – São Paulo
Abstract Introdução: A busca tardia da assistencia ou em momento inoportuno constitui-se como um dos principais obstaculos no enfrentamento da aids (sindrome da imunodefiCiência adquirida) no Brasil e no mundo, pois implica aumento na transmissibilidade do HIV, aumento das infeccoes oportunistas, reducao da efetividade dos antirretrovirais, maior risco de morte por aids e os consequentes impactos para os sistemas e servicos de Saúde, dentre outros problemas. Objetivos: Identificar fatores relacionados a busca tardia da assistencia ou em momento inoportuno na cidade de São Paulo e descrever a interacao entre os fatores identificados. Metodologia: Foi realizado estudo quantitativo em corte transversal, utilizando amostra probabilistica estratificada, considerando 1.520 sujeitos acompanhados nos 15 ambulatorios do Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo, entre julho de 2009 e julho de 2010. Para a analise dos resultados, foram empregados o teste quiquadrado e, em seguida, a regressao logistica multipla, na qual foram considerados apenas os sujeitos que apresentavam informacoes em todas as variaveis utilizadas. Resultados: Do total da amostra (1.520), 9% (136) dos sujeitos que buscaram acompanhamento assistencial o fizeram em periodo igual ou superior a seis meses apos o resultado da primeira testagem; 21,7% (329) estavam retomando atendimento apos abandono do seguimento assistencial inicialmente ofertado, 171 deles apresentando sinais ou sintomas de aids e 156 apresentando exame de CD4 ≤ 350 cel./mm3, totalizando 327 sujeitos; a porcentagem de busca de acompanhamento assistencial em presenca de sinais ou sintomas definidores de aids foi, respectivamente, de 56,7% (861) e de 48,2% (732), quando considerado o primeiro exame de CD4 no servico com resultado ≤ 350 cel./mm3. As mulheres buscam o Programa Municipal de DST/Aids precocemente apos tomar Ciência da soropositividade (OR -1,79), porem testam-se ja doentes (OR -1,90); isso tambem ocorre com parceiros de soropositivos (OR -3,92); as pessoas que interrompem o seguimento assistencial sao: as que nao aceitaram o diagnostico (OR -24,56) e nao quiseram ser tratadas (OR -55,34); as que nao se sentiram acolhidas (OR -6,91) e nao receberam resposta adequada desse servico (6,91). Pobreza (OR -1,92) e defiCiência fisica (OR -1,90) tambem se mostraram relacionadas a busca tardia de acompanhamento assistencial e ao abandono do tratamento. Discussao: A dificuldade no acesso aos servicos mostrou-se um fator associado a busca tardia, assim como a revelacao insatisfatoria do diagnostico, apesar de 40% da amostra ter sido testada em unidades especializadas em DST/Aids. Conclusoes: A implementacao de politicas publicas voltadas a reducao das desigualdades sociais e a melhora da qualidade da atencao a Saúde, assim como de politicas de acesso aos servicos, mostra-se necessaria para reduzir os percentuais de busca tardia de tratamento na cidade de São Paulo
Keywords Aids 2. Busca tardia de acompanhamento assistencial
Terapia Antirretroviral de Alta Atividade
Infecções por HIV/epidemiologia
Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde
Humanos
Language Portuguese
Sponsor Fundação Oswaldo Cruz
Date 2013
Published in São Paulo: [s.n.], 2013. 91 p.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 91 p.
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23218

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account