Citocinas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias na fase aguda da colite experimental tratada com dois probióticos

Citocinas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias na fase aguda da colite experimental tratada com dois probióticos

Título alternativo Proinflammatory cytokines, and anti inflammatory of acute experimental colitis treated with two probiotics
Autor Guedes, Nathalia Nahas Grijo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sdepanian, Vera Lucia Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Pediatria e ciências aplicadas à pediatria – São Paulo
Resumo Objetivos: Analisar o indice de atividade da doenca; a atividade da mieloperoxidase (MPO), peroxidase eosinofilica (EPO) e Nacetilglicosaminidase (NAG) no tecido colonico; e os niveis de citocinas pro inflamatorias e antiinflamatorias, no soro e no tecido colonico, na fase aguda da colite experimental induzida por TNBS tratada profilatica e terapeuticamente com Saccharomyces boulardii e/ou Lactobacillus reuteri. Metodos: Ratos machos da linhagem Wistar foram divididos em 5 grupos: Saccharomyces boulardii + mesalazina, Lactobacillus reuteri + mesalazina, Lactobacillus reuteri + Saccharomyces boulardii + mesalazina, mesalazina, e grupo nao tratado. Os grupos foram tratados durante 10 dias. No dia 7, a colite foi induzida com administracao retal de TNBS/etanol e os ratos foram submetidos a eutanasia apos 3 dias, quando coletou-se sangue e tecido colonico para analise da atividade da MPO, EPO, NAG e quantificacao das citocinas TNF-α, IL-1β, IL-6, IL-10 e TGF-β -e IL-17. Resultados: Quanto ao indice de atividade da doenca, os grupos que foram tratados com probiotico e/ou mesalazina apresentaram menos diarreia do que os que nao receberam tratamento. Nao houve atividade alguma da MPO, EPO e NAG nos grupos que receberam probiotico e, observou que, a concentracao da citocina antiinflamatoria TGF-ß no soro, foi maior no grupo tratado com Saccharomyces boulardii e/ou mesalazina. Conclusao: Os grupos que receberam o tratamento com Saccharomyces boulardii e/ou mesalazina foram capazes de melhorar a consistencia das fezes e aumentar a citocina antiinflamatoria TGF-ß, no soro, na fase aguda da colite experimental induzida por TNBS. Nao houve efeito da atividade da MPO, EPe NAG nos grupos tratados com probioticos e/ou mesalazina
Palavra-chave Colite
Ácido Trinitrobenzenossulfônico
Probiótico
Saccharomyces
Lactobacillus reuteri
Citocinas
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 132 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 132 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23212

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta