Modulação da atividade da carboxipeptidase M e da enzima conversora de angiotensina I pelos receptores de cininas

Modulação da atividade da carboxipeptidase M e da enzima conversora de angiotensina I pelos receptores de cininas

Título alternativo Carboxypeptidase M and Angiotensin-I Converting Enzyme activities modulation by kinin receptors
Autor Guimarães, Paola Bianchi Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pesquero, João Bosco Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciências Biológicas (Biologia Molecular) – São Paulo
Resumo A enzima conversora de angiotensina (ECA) e uma metaloproteinase que converte angiotensina I (AngI), no octapeptideo vasopressor angiotensina II (AngII), e inativa a bradicinina (BK), um peptideo vasodilatador. A carboxipeptidase M (CPM) e uma enzima fixada na membrana por ancora de GPI, cujo dominio catalitico possui atividade carboxipeptidasica que hidrolisa residuos em C-terminal (Arg ou Lys), gerando agonistas para os receptores B1. Apesar de varias decadas de estudos, recentemente novos aspectos do mecanismo de acao dessas enzimas tem sido elucidados, expandindo nosso conhecimento. Sabe-se que a ECA e os receptores B2, bem como a CPM e os receptores B1 de cininas estao co-localizados em microdominios da membrana plasmatica, interagindo entre si, de maneira que as enzimas facilitam a sinalizacao desses receptores. A interacao enzima-receptor em microdominios da membrana plasmatica e relativamente pouco estudada na literatura, sobretudo sob o aspecto da enzima. Neste contexto, este estudo torna-se determinante ao se considerar o papel das ectoenzimas, como a ECA e a CPM, no papel fisiologico e fisiopatologico do sistema calicreina-cininas. Neste trabalho e mostrado que a interacao fisica entre estas enzimas e os receptores de cininas promove modulacao em suas atividades enzimaticas em diversos modelos celulares. Alem disto, a interacao entre as proprias enzimas, ECA e CPM, altera a homeostase da carboxipeptidase na membrana plasmatica, influenciando sua liberacao da superficie celular para o meio. Este trabalho ira contribuir nao so para o entendimento geral do mecanismo de controle dessas interacoes no sistema calicreina-cininas, mas tambem localmente, influenciando na funcao endotelial
Palavra-chave Humanos
Peptidil Dipeptidase A
Sistema calicreína-cinina
Cininas
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2014
Publicado em GUIMARÃES, Paola Bianchi. Modulação da atividade da Carboxipeptidase M e da Enzima Conversora de Angiotensina I pelos receptores de cininas. 2014. 173 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 121 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23191

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-14445.pdf
Tamanho: 2.889MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta