Lentes de contato esclerais: experiência inicial no Setor de Lentes de Contato da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/Escola Paulista de Medicina

Lentes de contato esclerais: experiência inicial no Setor de Lentes de Contato da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/Escola Paulista de Medicina

Título alternativo Scleral contact lenses: first experience in the Contact Lens Sector of the Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/Escola Paulista de Medicina
Autor Lipener, César Autor UNIFESP Google Scholar
Leal, Fernando Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To describe initial experiences with patients wearing rigid escleral contact lenses. METHODS: Retrospective study of 13 eyes of 7 patients, 11 fitted with polymethylmethacrylate and two with rigid gas-permeable scleral contact lenses. Age, sex, diagnosis, initial and final visual acuity (VA), time of daily wear, complications and follow-up were recorded. RESULTS: Keratoconus was diagnosed in 6 patients, one was submitted to radial keratotomy. Mean follow-up lasted 8 months. Visual acuity of all eyes improves with scleral contact lenses. CONCLUSION: Visual acuity improvement observed in corneal ectasia and after radial keratotomy, in patients awaiting corneal graft, suggests that scleral contact lenses can be considered clinical treatment alternative.

OBJETIVO: Relatar a experiência inicial com o uso de lentes de contato esclerais rígidas. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 13 olhos de 7 pacientes usuários de lentes de contato esclerais, no Setor de Lentes de Contato da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/Escola Paulista de Medicina. Foram coletados os seguintes dados: idade, sexo, diagnóstico, acuidades visuais inicial e final, número de horas de uso diário, complicações, queixas e o tempo de seguimento dos pacientes. RESULTADOS: Foram estudados 13 olhos de 7 pacientes portadores de lentes esclerais rígidas, sendo 11 lentes de polimetilmetacrilato e 2 de material gás-permeável. Deste total, 6 pacientes eram portadores de ceratocone e 1 paciente havia sido submetido à ceratotomia radial. Em todos os olhos estudados houve melhora da acuidade visual. Os pacientes foram estudados em média por 8 meses. CONCLUSÃO: A utilização de lentes de contato esclerais pode ser uma opção na clínica de lentes de contato, propiciando melhora da acuidade visual em pacientes com ectasias corneanas ou submetidos à cirurgia refrativa, que aguardam transplante de córnea, como também, ser uma alternativa de tratamento clínico destes pacientes.
Palavra-chave Contact lenses
Sclera
Visual acuity
Vision disorders
Corneal diseases
Keratoconus
Equipment design
Lentes de contato
Esclera
Acuidade visual
Transtornos da visão
Doenças da córnea
Ceratocone
Desenho de equipamento
Idioma Português
Data de publicação 2004-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 67, n. 6, p. 935-938, 2004.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 935-938
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492004000600017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492004000600017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2319

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492004000600017.pdf
Tamanho: 207.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta