Qualidade de vida de mães de crianças trabalhadoras de rua da cidade de São Paulo

Qualidade de vida de mães de crianças trabalhadoras de rua da cidade de São Paulo

Autor Nobrega, Luciana Porto Cavalcante Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mello, Marcelo Feijó de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psiquiatria e Psicologia Médica – São Paulo
Resumo Vinculos familiares desorganizados se relacionam grandemente a criancas trabalhando nas ruas. As maes destas criancas vivem num contexto de violencia, miseria e falta de assistencia social. Assim estas maes constituem um grupo particularmente vulneravel. Numa recente revisao bibliografica acerca de intervencoes em jovens em situacao de rua constatou-se que a qualidade de vida, como desfecho, tem recebido pouca atencao. Esta dissertacao apresenta uma avaliacao da percepcao da qualidade de vida de um grupo de maes de criancas em situacao de rua e a correlacao desta com fatores como antecedentes maternos de abuso e violencia na infancia e vitimizacao atual, sintomas emocionais nas maes e em seus filhos e funcionamento familiar.Alem disto, observamos as mudancas nesta percepcao apos dois anos de participacao num programa assistencial. Foram utilizados os seguintes instrumentos de pesquisa: Instrumento para a Avaliacao da Qualidade de Vida da Organizacao Mundial da Saúde u versao abreviada (WHOQOL-BREF), Questionario de Capacidades e Dificuldades (SDQ), WorldSAFECore Questionnaire, Escala de avaliacao global de funcionamento nas relacoes familiares (GARF), e a versao em portugues do Childhood Trauma Questionnaire(QUESI).Aplicamos um modelo de regressao multipla, e as variaveis foram comparadas usando o teste do qui quadrado e o teste nao parametrico de Mann-Whitney.Na analise do impacto da intervencao no grupo de maes com rastreamento positive e negative para doenca mental, foi utilizada ANOVA. A amostra foi constituida por um grupo de 79 maes que cuidam sozinhas de seus filhos. A maioria destas mulheres e seus filhos tiveram rastreamento positivo para doenca mental. A percepcao da qualidade de vida destas mulheres se correlacionou significantemente com a presenca de psicopatologia nelas e em seus filhos e com o funcionamento familiar. A qualidade de vida apresentou uma melhora significativa ao final da intervencao, exceto no aspecto de relacoes sociais. A qualidade de vida destas maes se mostrou inferior ao de maes de criancas com condicoes graves de Saúde e foi, alem disto, possivelmente impactada pela presenca de psicopatologia, nelas e em seus filhos. Desta forma, qualquer programa voltado para a melhora na qualidade de vida de maes nesta condicao deve considerar a abordagem de problemas mentais nelas e em seus filhos
Palavra-chave Qualidade de Vida
Moradores de Rua/psicologia
Abuso Sexual na Infância
Violência
Transtornos Mentais
Menores de Rua/psicologia
Questionários
Trabalho de Menores/psicologia
Relações Familiares
Relações Mãe-Filho
Feminino
Criança
Adulto
Idioma Português
Data de publicação 2014
Publicado em NÓBREGA, Luciana Porto Cavalcante da. Qualidade de vida de mães de crianças trabalhadoras de rua da cidade de São Paulo. 2014. 40 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 40 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23180

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese- 14372.pdf
Tamanho: 323.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta