Estudo comparativo do perfil pressórico do conduto vesicocutâneo continente cateterizável entre pacientes com e sem o cruzamento de feixes de músculo reto abdominal sobre o conduto.

Estudo comparativo do perfil pressórico do conduto vesicocutâneo continente cateterizável entre pacientes com e sem o cruzamento de feixes de músculo reto abdominal sobre o conduto.

Título alternativo Comparative analysis of the pressure profilometry of vesicocutaneous continent catheterizable conduits between patients with and without crossing rectus abdominis strips over conduit
Autor Rondon, Atila Victal Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Macedo Júnior, Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (Urologia) – São Paulo
Resumo Objetivo: Avaliar se o cruzamento de feixes de musculo reto abdominal, como proposto por Yachia, modifica o perfil pressorico do conduto urinario cateterizavel, em estado de repouso e durante o esforco fisico. Metodos: Selecionamos 20 pacientes continentes, previamente submetidos a reconstrucao vesical pela tecnica de Macedo, sendo 10 incluindo a tecnica de Yachia (Grupo Estudo) e 10 sem este mecanismo de continencia (Grupo Controle). Dados demograficos e cistometricos foram avaliados. O perfil pressorico do conduto foi obtido atraves da infusao de agua por um cateter multivias, em repouso e durante manobra de Valsalva. Avaliamos a pressao: a) na bexiga; b) no segmento proximal do conduto e; c) no segmento distal do conduto, que fica, presumivelmente, ao nivel da parede abdominal e do cruzamento dos feixes musculares. Resultados: A idade media na cirurgia foi de 6,1 anos no Grupo Controle e 7,7 anos no Grupo Estudo. Nao houve diferenca estatisticamente significativa entre os grupos quanto a Capacidade Cistometrica Maxima e a Pressao de Perda. Em repouso, o perfil pressorico apresentou resultados semelhantes entre os grupos, em todos os segmentos avaliados. Durante a manobra de Valsalva, o perfil pressorico apresentou resultados semelhantes entre os grupos na pressao vesical e no segmento proximal do conduto. Nesta condicao, a pressao distal do conduto no Grupo Estudo (Media = 72,9 e Pico = 128,7 cmH2O) foi significativamente superior (p<0,05) a pressao distal do conduto no Grupo Controle (Media = 48,3 e Pico = 65,1 cmH2O). Conclusoes: O cruzamento de feixes musculares sobre o conduto aumenta significativamente a pressao na porcao distal do mesmo durante a contracao do musculo reto abdominal, o que pode ser importante em momentos de aumento subito da pressao abdominal, para preservar a continencia. Em estado de repouso, o procedimento nao modifica significativamente o perfil pressorico do conduto
Palavra-chave Derivação Urinária
Procedimentos Cirúrgicos Urológicos
Coletores de Urina
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Idioma Português
Data de publicação 2014
Publicado em RONDON, Atila Victal. Estudo comparativo do perfil pressórico do conduto vesicocutâneo continente cateterizável entre pacientes com e sem o cruzamento de feixes de músculo reto abdominal sobre o conduto. 2014.80 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão xv, 64f. p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23166

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-14360.pdf
Tamanho: 17.58MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta