Disfuncao renal em pacientes com infeccoes por HIV, HCV e HBV

Disfuncao renal em pacientes com infeccoes por HIV, HCV e HBV

Título alternativo Renal dysfunction in patients with HIV, HCV and HBV infections
Autor Leite, Manueli Fernanda Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Sabidamente as infeccoes por HIV, HBV e HCV causam doenca renal; mas pouco se conhece sobre as fases iniciais desse acometimento, em particular em pacientes brasileiros. Objetivos: Avaliar a frequencia e identificar as principais alteracoes urinarias em pacientes HIV, HBV e HCV positivos, assim como eventuais fatores a elas associados. Avaliar a funcao de filtracao glomerular e a natureza do acometimento renal. Metodos: Foram incluidos no estudo de forma aleatoria individuos de ambos os sexos portadores do HIV, HCV e/ou HBV em acompanhamento no ambulatorio de Infectologia da Escola Paulista de Medicina, os quais foram entrevistados, seguindo questionario proprio do estudo. Fez-se tambem levantamento dos prontuarios dos pacientes entrevistados, avaliando as queixas urinarias, resultados ja disponiveis de exames de urina (urina I), creatinina serica e eletrolitos. Calculou-se o clearance de creatinina pela formula de Cockcroft-Gault (com a maior e a menor creatinina serica disponivel). Todos os pacientes foram submetidos aos seguintes exames em amostra isolada de urina: urina I, proteinuria, razao proteina/creatinina e RBP. Resultados: Dos 85 pacientes avaliados (44 do sexo masculino, com 22 a 71 anos de idade), 52,9% eram monoinfectados por HIV, 24,7% monoinfectados por HCV, 16,5% coinfectados por HIV e HCV ou HBV, 5,9% por HBV. Quanto a raca/cor, 44,7% eram pardos, 40% brancos e 15,3% negros. Hipercolesterolemia estava presente como antecedente patologico em 27,1%, hipertrigliceridemia em 24,7%, hipertensao arterial sistemica em 21,2%, diabetes mellitus em 9,4% e doencas glomerulares em 1,2%. Proteinuria maior que 0,3g/l foi detectada em 10,7%, variando de 0,05 a 1,4g/l, relacao proteina/creatinina alterada em 11,9% e hematuria em 15%. Cristais estavam presentes em 14,3%. Os niveis de RBP urinaria variaram de 0,01 a 25 mg/l e estavam elevados em 12% dos pacientes. Conclusao: Alteracoes urinarias ocorreram em 10 a 15% dos pacientes com HIV, HCV e/ou HBV estudados, enquanto deficit de funcao renal foi menos comum. Destacou-se a associacao de proteinuria com o uso de ritonavir; lesao tubulo-intersticial tambem foi frequente, embora nao se tenha identificado relacao com as medicacoes em uso. Deve-se enfatizar que a populacao estudada, de um modo geral, apresentava baixa carga viral e CD4 proximo do normal, o que certamente contribuiu para a relativamente baixa frequencia de disfuncao renal observada
Palavra-chave Humanos
HIV
Hepatite
Nefrose Lipoide
Proteinúria
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 83 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 83 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23154

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta