Avaliação da expressão gênica do estresse oxidativo a distância no coração de camundongos submetidos a isquemia de reperfusão intestinal

Avaliação da expressão gênica do estresse oxidativo a distância no coração de camundongos submetidos a isquemia de reperfusão intestinal

Autor Somaio Neto, Frederico Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Fagundes, Djalma José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Ciência Cirúrgica Interdisciplinar – São Paulo
Resumo Objetivo: Investigar a expressao genica do estresse oxidativo e defesa antioxidante no coracao de camundongos isogenicos, submetidos a isquemia e reperfusao intestinal (IR). Metodos: Doze camundongos (C57BL/6) foram distribuidos em dois grupos: Grupo IR (GIR) que foram submetidos a anestesia e laparotomia mediana e oclusao da arteria mesenterica superior por 60 minutos, seguidos de 60 min de reperfusao. Grupo Controle (GC) submetidos a anestesia e a laparotomia sem o procedimento de IR e observados por 120 min. As amostras de intestino e coracao foram processadas pelo metodo (RT-qPCR / Reverse transcriptase - quantitative Polymerase Chain Reaction ) para determinar a expressao genica de 84 genes relacionados ao estresse oxidativo e defesa antioxidante (oto de Student, p<0,05). Resultados: Observou-se no tecido intestinal (GIR) uma expressao aumentada em 65(74,71%) genes em relacao ao tecido normal (GC), sendo que 37 (44,04%) genes estiveram hiperexpressos, (maior que tres vezes o limiar permitido pelo algoritmo). No tocante aos efeitos da I/R intestinal a distancia no tecido cardiaco verificou-se a expressao aumentada de 28 genes (33,33%), mas somente oito genes (9,52%) se hiperexpressaram tres vezes acima do limiar. Seis (7,14%) destes oito genes se expressaram simultaneamente nos tecidos intestinal ecardiaco. No GIR notou-se cardiomiocitos com nucleos de menor tamanho, picnoticos, ricos em heterocromatina e raros nucleolos, indicando sofrimento cardiaco. Conclusoes: Foram dentificados oito genes que se hiperexpressaram de modo relevante no tecido cardiaco como resposta ao estimulo de isquemia e reperfusao intestinal, sugerindo que ativaram as vias de sinalizacao implicadas na sobrevivencia e manutencao da integridade do genoma de celulas do tecido cardiaco
Palavra-chave Expressão Gênica
Estresse Oxidativo
Camundongos Endogâmicos
Traumatismo por Reperfusão
Idioma Português
Data de publicação 2014
Publicado em SOMAIO NETO, Frederico. Avaliação da expressão gênica do estresse oxidativo a distância no coração de camundongos submetidos a isquemia de reperfusão intestinal. 2014. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 88 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23137

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-14351.pdf
Tamanho: 4.598MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta