Atividade antioxidante e alterações morfológicas induzidas pelas isoflavonas da soja no útero de ratas ovariectomizadas.

Atividade antioxidante e alterações morfológicas induzidas pelas isoflavonas da soja no útero de ratas ovariectomizadas.

Título alternativo Antioxidant effects and morphologic changes induced by soybean isoflavones in the uterus of ovariectomized rats
Autor Teixeira, Cristiane de Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Simões, Manuel de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Biologia estrutural e funcional – São Paulo
Resumo A diminuicao do estrogenio na pos-menopausa leva a perda de efeitos antioxidantes, promovendo o aumento de especies reativas de oxigenio e nitrogenio, favorecendo a ocorrencia de lesoes oxidativas. Por sua vez, as isoflavonas da soja (ISO) sao conhecidas por seu alto teor em antioxidantes. Objetivo: Avaliar o balanco pro-oxidante/antioxidante e as alteracoes morfologicas no utero de ratas ovariectomizadas (OVX) sob a influencia das ISO. Metodologia: Utilizaram-se vinte ratas Wistar com 95 dias, divididas em quatro grupos: GI-Sham (fase estro);GII-OVX; GIII-OVX tratadas com extrato concentrado de ISO (150 mg/kg/dia) por gavagem; GIV-OVX tratadas por via subcutanea com 17β-estradiol (10 µg/Kg/dia). Apos trinta dias de tratamento, as ratas foram eutanasiadas, o terco distal dos cornos uterinos fixado em formol a 10% e processado para histomorfometria e imunoistoquimica para a proteina ki-67. O restante do utero foi mergulhado em nitrogenio liquido e, posteriormente, analisado para quantificacao de especies reativas de oxigenio e nitrogenio (DCF); avaliacao da capacidade antioxidante total (TAC); e deteccao dos niveis de peroxidacao dos lipideos (TBARS). Os resultados obtidos foram submetidos a analise de variancia, seguido pelo teste de Tukey-Kramer (p≤0,005). Resultados: A espessura do endometrio e miometrio, assim como a area glandular nao diferiram significantemente entre GII e GIII, porem, mostraram-se menores em relacao a GI e GIV. O grupo GIV exibiu espessura do miometrio significantemente maior que os demais grupos. A positividade dos nucleos quanto a expressao de ki-67 em ambos o epitelio glandular e o estroma endometrial foram significativamente maiores em GI e GIV comparados com GII e GIII. O tratamento com ISO revelou menores niveis de DCF e TBARS que GII, assim como TAC significantemente maior que GI e GIV. Em GIV, apesar da diminuicao significante no TBARS, nao houve diferenca significante no DCF e foi evidenciada uma diminuicao na TAC em comparacao com GII. Conclusao: As isoflavonas melhoram os niveis de antioxidantes totais e diminuem o estresse antioxidantes totais e diminuem o estresse oxidativo, sem promover efeito trofico e proliferacao celular no utero de ratas ovariectomizadas
Palavra-chave Animais
Isoflavonas
Útero
Estresse Oxidativo
Peroxidação de Lipídeos
Útero/anatomia & histologia
Ratos Wistar
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2014
Publicado em TEIXEIRA, Cristiane de Paula. Atividade antioxidante e alterações morfológicas induzidas pelas isoflavonas da soja no útero de ratas ovariectomizadas.2014. 78 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 78 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23125

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-14288.pdf
Tamanho: 2.424MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta