Avaliacao das alteracoes quantitativas e qualitativas de proteoglicanos e glicosaminoglicanos em tecido mamario normal nas fases folicular e lutea do ciclo menstrual

Avaliacao das alteracoes quantitativas e qualitativas de proteoglicanos e glicosaminoglicanos em tecido mamario normal nas fases folicular e lutea do ciclo menstrual

Título alternativo Assessment of quantitatives and qualitatives changes about proteoglycans and glycosaminoglycans of the normal mammary tissue during the follicular and lutheal phases of the menstrual cycle
Autor Santos Junior, Jose Arimatea Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo CONTEXTO E OBJETIVOS: O efeito dos esteroides sexuais sobre os componentes da matriz extracelular do tecido mamario feminino permanece tema ainda mal compreendido. O conhecimento das funcoes de componentes da matriz como os proteoglicanos e glicosaminoglicanos pode trazer explicacoes importantes sobre as alteracoes funcionais benignas da mama, em particular a mastalgia.Temos, por objetivo, estudar as alteracoes quantitativas e qualitativas de proteoglicanos e glicosaminoglicanos em tecido mamario normal nas fases folicular e lutea do ciclo menstrual. METODOS: Selecionaram-se 28 pacientes eumenorreicas que apresentaram nodulo mamario benigno, divididos em dois grupos. O grupo A composto por 15 pacientes na fase folicular e o grupo B contendo 13 pacientes, na fase lutea do ciclo menstrual. Os tecidos mamarios adjacentes aos nodulos, foram submetidos a uma combinacao de tecnicas de analise bioquimica, alem da imunofluorescencia , para avaliacao dos tipos e concentracoes de proteoglicanos e glicosaminoglicanos em diferentes condicoes hormonais. RESULTADOS: Quanto aos tipos, o decorim foi o proteoglicano encontrado nas duas fases do ciclo, enquanto que o dermatam sulfato e o heparam sulfato foram os glicosaminoglicanos encontrados tambem nas duas fases. A concentracao de proteoglicanos foi maior (estatisticamente significante p< 0,01) na fase lutea quando comparada com a fase folicular. Nao houve diferenca estatisticamente significante entre as concentracoes de glicosaminoglicanos na fase folicular em relacao a fase lutea . Por imunofluorescencia, demonstrou-se que o decorim esta localizado preferencialmente no estroma intra-lobular. CONCLUSOES: A concentracao de proteoglicanos variou durante o ciclo menstrual, sendo maior na fase lutea do ciclo menstrual, o que demonstra a influencia dos esteroides sexuais sobre a sintese dessas macromoleculas. O decorim foi o proteoglicano encontrado no tecido mamario normal, principalmente no estroma intra-lobular.A concentracao dos glicosaminoglicanos variou ao longo do ciclo, porem sem significancia estatistica.dermatam e heparam sulfato foram os glicosaminoglicanos encontrados no tecido mamario normal
Palavra-chave Humanos
Feminino
Proteoglicanas
Glicosaminoglicanas
Ciclo Menstrual
Mama
Mastodinia
Neoplasias da Mama
Humanos
Feminino
Idioma Português
Data de publicação 2010
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2010. 109 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 109 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23119

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta