Eletroestimulação do nervo tibial melhora sintomas de bexiga hiperativa neurogênica após AVC em homens: ensaio clínico randomizado controlado

Eletroestimulação do nervo tibial melhora sintomas de bexiga hiperativa neurogênica após AVC em homens: ensaio clínico randomizado controlado

Título alternativo Electrical stimulation of the posterior tibial nerve improves symptoms of post-stroke neurogenic overactive bladder in men: a randomized controlled trial
Autor Monteiro, Ebe dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Prado, Gilmar Fernandes do Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde baseada em evidências – São Paulo
Resumo Objetivo: Avaliar a efetividade do tratamento por eletroestimulacao do nervo tibial em homens com bexiga hiperativa neurogenica apos acidente vascular cerebral isquemico (AVCI), em 45 dias e 12 meses apos tratamento. Metodo: Estudamos 24 pacientes com mais de 18 anos de idade, com AVCI, ocorrido entre seis meses e tres anos, sem sintomas urinarios previos. Os pacientes foram alocados randomicamente para receber tratamento com eletroestimulacao do nervo tibial, duas vezes por semana por seis semanas (grupo tratamento, n=12) ou orientacoes gerais e alongamento uma a tres vezes ao mes por seis semanas (grupo controle, n=12). Cada sessao durava 30 minutos em ambos os grupos. Os desfechos primarios foram a reducao da frequencia urinaria e urgencia miccional e melhora das variaveis obtidas atraves do diario miccional. Resultados: Os pacientes do grupo de eletroestimulacao, tanto em relacao ao pre-tratamento quanto ao grupo controle, melhoraram os sintomas urinarios, diminuiram a urgencia e a frequencia, e reportaram melhora subjetiva no pos-tratamento. Essa melhora manteve-se no acompanhamento apos 12 meses. Os pacientes que apresentavam lesao em hemisferio cerebral direito, eram mais velhos e tinham maior IMC apresentaram maior chance de desenvolver sintomas urinarios. Conclusao: A eletroestimulacao do nervo tibial e uma opcao segura e efetiva para o tratamento de bexiga hiperativa neurogenica pos-AVC em homens, reduzindo a frequencia urinaria e a nocturia
Assunto Bexiga Urinária
Bexiga Urinaria Neurogênica
Bexiga Urinária Hiperativa
Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea
Acidente Vascular Cerebral
Idioma Português
Data 2013
Publicado em São Paulo: 2013. XII, 84f. p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão XII, 84f. p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23108

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)