Estudo clinico randomizado e controlado sobre os efeitos de mensagens de texto de telefone celular na adesao ao tratamento de individuos com sintomas de disfuncao temporomandibular

Estudo clinico randomizado e controlado sobre os efeitos de mensagens de texto de telefone celular na adesao ao tratamento de individuos com sintomas de disfuncao temporomandibular

Título alternativo A randomized controlled trial to acess the effects of a mobile SMS-based intervention on temporomandibular disorder treatment adherence
Autor Prado, Cristiana Soares Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar se um sistema web de alerta baseado em mensagens de texto curtas (SMS) aumenta a adesao ao tratamento de individuos com sintomas de disfuncao temporomandibular (DTM) muscular - dor miosfacial - segundo o Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD). Metodo: O sistema web DTMAS foi desenvolvido por meio da adaptacao de um sistema pre-existente. Para avaliacao da adesao foi conduzido um estudo exploratorio de coorte prospectivo, controlado e randomizado, conduzido junto ao ambulatorio de disfuncao temporomandibular e dor orofacial (DTM/DOF) da UNIFESP. A populacao avaliada foi composta por 38 individuos, selecionados segundo criterios de inclusao e exclusao. Tais individuos foram divididos aleatoriamente em dois grupos: o grupo controle (n=19) recebeu tratamento padrao e o grupo intervencao (n=19) recebeu tratamento padrao acrescido das mensagens de SMS enviadas por meio do sistema web. Cada paciente foi acompanhado durante tres meses e a adesao foi medida avaliando-se a evolucao clinica do paciente por meio de variaveis objetivas (extensao vertical de abertura bucal, forca maxima de mordida direita e esquerda) e da variavel subjetiva escala visual analogica de dor (EVA). O absenteismo quanto as consultas de retorno e os questionarios de satisfacao quanto ao recebimento e ao atendimento ambulatorial tambem foram avaliados. Resultados: Uma analise descritiva dos dados foi realizada. Os valores de abertura bucal, forca maxima de mordida e EVA do grupo intervencao foram em media melhores quando comparados ao grupo controle. O percentual de ausencias as consultas agendadas que nao tiveram envio previo de SMS foi de 21,50%, enquanto que o percentual de ausencia as consultas que tiveram envio de lembrete SMS foi de 10,71%. As respostas aos questionarios de satisfacao foram positivas. Conclusao: Os resultados referentes as variaveis de evolucao clinica e absenteismo dos pacientes sugerem que o suporte ao tratamento da DTM oferecido pelas mensagens do tipo SMS apresentou impacto positivo com relacao a adesao ao tratamento
Palavra-chave Mensagem de Texto
Cooperação do Paciente
Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular
Telefones Celulares
Idioma Português
Data de publicação 2014
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2014. 68 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 68 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23102

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta