Caracterização molecular da família de proteínas SAP (Serine-, Alanine-, and Proline-rich protein) de Trypanosoma cruzi e seu papel na invasão de células de mamífero.

Caracterização molecular da família de proteínas SAP (Serine-, Alanine-, and Proline-rich protein) de Trypanosoma cruzi e seu papel na invasão de células de mamífero.

Título alternativo Molecular characterization of Trypanosoma cruzi SAP (Serine-, Alanine-, and Proline-rich) proteins involved in host-cell invasion
Autor Zanforlin, Tamiris Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silveira, José Franco da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Microbiologia e imunologia – São Paulo
Resumo Para invadir celulas-alvo, as formas metaciclicas de Trypanosoma cruzi utilizam uma variedade de moleculas presentes em sua superficie e moleculas secretadas no meio extracelular que interagem com componentes do hospedeiro. As proteinas SAP compreendem uma familia multigenica cujos membros sao ricos em residuos de serina (S), alanina (A) e prolina (P). Todas as proteinas SAP contem um dominio central (SAP-CD) responsavel pela interacao e invasao de celulas de mamifero pelas formas metaciclicas de T. cruzi. Utilizando a sequencia de 513 pb do dominio central SAP-CD em analises utilizando o algoritmo blastn, nos identificamos 39 genes SAP completos no genoma de T. cruzi. A maioria destes genes foi mapeado no cromossomo in silico TcChr41; entretanto, genes SAP foram mapeados distribuidos em diversas regioes do genoma. O nivel de transcritos SAP em tripomastigotas metaciclicos foi cerca de duas vezes superior quando comparado a epimastigotas. Um anticorpo monoclonal (MAb-SAP) e um soro policlonal (anti-SAP) produzidos contra a proteina recombinante SAP-CD foram utilizados para investigar a expressao e localizacao das proteinas SAP. MAb-SAP reagiu com proteinas SAP de 55 kDa secretadas no meio extracelular por epimastigotas e tripomastigotas metaciclicos e com diferentes repertorios de variantes SAP expressos em amastigotas e tripomastigotas de cultura de tecido (TCTs). O soro policlonal anti-SAP reagiu com componentes presentes na regiao da bolsa flagelar em epimastigotas e tripomastigotas metaciclicos e com componentes da superficie celular de amastigotas extracelulares e TCTs, sugerindo que as proteinas SAP sao direcionadas para diferentes compartimentos celulares. Dez peptideos SAP foram identificados por espectrometria de massa em fracoes enriquecidas em proteinas soluveis e vesiculas secretadas por epimastigotas e tripomastigotas metaciclicos. Utilizando fragmentos derivados do dominio SAP-CD, nos identificamos uma regiao de 54 aa (SAP-CE) capaz de induzir a exocitose de lisossomos em celulas-alvo e inibir em 52 % a internalizacao das formas metaciclicas
Assunto Trypanosoma cruzi
Exocitose
Lisossomos
Processos Fisiológicos da Célula
Proteínas de Protozoários
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data 2014
Publicado em ZANFORLIN, Tamiris. Caracterização molecular da família de proteínas SAP (Serine-, Alanine-, and Proline-rich protein) de Trypanosoma cruzi e seu papel na invasão de células de mamífero. 2014. 175 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 175 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23097

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Tese-14311.pdf
Tamanho: 10.23Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)