Desenvolvimento de um escore capaz de prever a ocorrência da retinopatia da prematuridade em prematuros de muito baixo peso

Desenvolvimento de um escore capaz de prever a ocorrência da retinopatia da prematuridade em prematuros de muito baixo peso

Título alternativo Development of a score in order to predict retinopathy of prematurity in very low birth weight preterm infants
Autor Eckert, Gabriela Unchalo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Maia, Mauricio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Oftalmologia e ciências visuais - São Paulo
Resumo Introdução: Peso de nascimento (PN) e idade gestacional (IG) sao os mais importantes fatores de risco para a Retinopatia da Prematuridade (ROP). Esses sao os parametros utilizados para a inclusao dos pacientes nos exames de triagem para a deteccao da ROP. Entretanto, por esses parametros, repetidos exames devem ser realizados num mesmo bebe para o diagnostico de ROP. O desenvolvimento de um escore composto de outros fatores de risco para o surgimento da ROP que pudesse servir como um preditor da ocorrencia da ROP e minimizar o numero de exames para a deteccao precoce da ROP seria extremamente relevante. Objetivos: Demonstrar a criacao do escore e avaliar se o mesmo e: 1º: Um preditor consistente do desenvolvimento da ROP; 2º: Mais preciso que o PN e a IG para predizer o desenvolvimento da ROP e 3º: Clinicamente aplicavel para ser usado durante a triagem da ROP. Metodos: Estudo de coorte prospectivo incluindo bebes com PN &#8804;1.500 gramas e/ou IG &#8804;32 semanas. O escore foi desenvolvido baseado no PN, IG, ganho ponderal proporcional do nascimento ate a 6ª semana de vida, uso de oxigenio em ventilacao mecanica e necessidade de transfusoes sanguineas do nascimento ate a 6ª semana de vida. O escore foi criado a partir de regressao linear considerando o impacto de cada variavel em relacao ao surgimento da ROP. Curvas Receiver Operating Characteristics (ROC) foram usadas para determinar a sensibilidade e especificidade dos valores continuos do escore. A analise estatistica foi realizada pelo teste parametrico t de Student e o nao parametrico teste qui-quadrado; valores de P<0,01 foram considerados significativos. As variaveis selecionadas foram introduzidas em uma tabela Excel (Microsoft®) para uso pratico durante as sessoes de triagem. Resultados: Foram incluidos 474 pacientes. A area sob a curva ROC (medida da acuracia do escore para predizer a ocorrencia da ROP em qualquer estadiamento e da ROP grave) foi 0,77 (P<0,001; IC95%: 0,72-0,82) e 0,88 (P<0,001; IC95%: 0,82-0,94), respectivamente. Esses valores foram significativamente maiores para o escore do que o PN (0,71; P<0,001; IC95%: 0,66-0,77) e a IG (0,69; P<0,001; IC95%: 0,63-0,75) isoladamente. Conclusoes: Reportou-se a criacao de um escore preditor da ROP que demonstrou ser: 1º: Consistente e que incluiu fatores de risco para a ROP faceis de serem registrados; 2º: Mais preciso do que o PN e a IG para predizer a ocorrencia da ROP entre pacientes com PN &#8804;1.500 g e/ou IG &#8804;32 semanas e 3º: Simples o suficiente para ser utilizado rotineiramente durante a triagem para se detectar a ROP, fato relevante para programas de Saúde publica nessa area de conhecimento.
Palavra-chave Retinopatia da Prematuridade/epidemiologia
Prematuro
Recém-Nascido de muito Baixo Peso
Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
Fatores de Risco
Idade Gestacional
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 73 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 73 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23095

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta