O uso da ayahuasca na dependência do crack

O uso da ayahuasca na dependência do crack

Alternative title The use of ayahuasca in the dependence of crack
Author Cruz, Joselaine Ida da Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Nappo, Solange Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Saúde coletiva – São Paulo
Abstract Introdução: O abuso do crack tem-se constituído em um grande problema de saúde pública e social. Seus efeitos e o comportamento destrutivo têm movimentado a sociedade na busca de uma estratégia efetiva de tratamento para os usuários dessa droga. A fissura, fator determinante no estabelecimento da dependência e recaídas, tem sido o foco principal da luta do usuário que tenta deixar a droga. A ayahuasca, chá enteógeno utilizado em contexto religioso, tem sido utilizada como uma opção para alcançar a abstinência do crack. Objetivo: O presente trabalho identificou os resultados da experiência através daqueles que utilizam ou utilizaram a ayahuasca como estratégia alternativa para alcançar a abstinência do crack. Metodologia: Utilizou-se metodologia qualitativa, a qual permite o conhecimento do fenômeno a partir dos valores e opiniões daqueles que o vivenciaram ou vivenciam. Empregou-se a Etnografia, método qualitativo de pesquisa, como forma de desvendar a cultura do uso da ayahuasca e a sua influência na dependência de crack Uma amostra intencional, selecionada por critério, composta por 40 usuários e ex-usuários de crack foi recrutada por intermédio de informantes-chave e método de amostragem em cadeias, especialmente a técnica bola-de-neve (snowball). Os entrevistados foram submetidos à entrevista semi-estruturada guiada por roteiro de questões. A observação participante foi utilizada para o conhecimento do fenômeno estudado nas comunidades ayahuasqueiras. Resultados e Discussão: Em sua maioria, o usuário de crack que recorre a ayahuasca como estratégia para se manter abstinente é caracterizado como homem, numa faixa etária entre 31 a 39 anos, com escolaridade alta, predominantemente da classe social C. A maioria dos entrevistados teve influência dos princípios da religião católica e analisando o papel das religiões anteriores a ayahuasca na vida dos participantes da amostra, percebe-se que essas não foram suficientes para protegê-los do uso de drogas, devido ao pouco envolvimento dos entrevistados com a religião adotada. A maioria buscou a ayahuasca para alcançar a abstinência do crack; enquanto que outros foram ao encontro da espiritualidade, de uma vida social mais organizada; por curiosidade em experimentar uma substância alucinógena ou para manter a abstinência. A ayahuasca não foi a primeira opção da maioria da amostra para tentar chegar à abstinência do crack; o insucesso dos tratamentos convencionais levou-os a busca de uma estratégia alternativa como a ayahuasca. A ayahuasca em uso ritualístico mostrou-se eficiente para o alcance da abstinência do crack, com apenas 8 sujeitos apresentando recaídas Ocorreram mudanças na vida do usuário de crack após a busca da ayahuasca, como: a inserção social, com 95% declarando-se com alguma ocupação de trabalho; a interrupção do abuso de psicoativos; reestruturação da vida; reestruturação familiar, como a retomada do relacionamento com os filhos Conclusão: Existe uma conexão intensa e profunda entre a manutenção da abstinência dos usuários de crack com a própria comunidade ayahuasqueira tendo em vista que mais de um terço dos participantes que voltou a usar crack, atribuiu ao afastamento das respectivas comunidades (47%). Entre esses, haviam adeptos da doutrina de longa data, podendo ser indício que o tempo de uso da ayahuasca não tem relação com a manutenção da abstinência alcançada. A “cura” para os sujeitos da amostra foi considerada o alcance da abstinência e a maioria considerou-se curado da dependência do crack. Não se observou semelhanças nos efeitos provocados pela ayahuasca com os do crack. Comunidades ayahuasqueiras que apresentam adeptos e dirigentes com comportamentos mais dirigidos à disciplina, religiosidade, espiritualidade e afetuosidade, com participação ativa na vida comunitária apresentaram menos índices de recaídas. Alterações comportamentais como o aprimoramento da paciência, tolerância, reflexão antes das tomadas de decisões, caridade, respeito, preocupação com o desenvolvimento pessoal/espiritual e elevação da autoestima foram observadas. A ausência de distinção entre os adeptos da doutrina, a afetuosidade, o toque, o cuidado, a preocupação e o respeito entre os membros foram itens fundamentais no auto reconhecimento dos sujeitos da amostra como “ser-no-mundo”, tornando possível a elaboração e concretização de novos projetos de vida. A ingestão de um chá enteógeno pode ter sido um grande atrativo para os usuários de crack chegarem às comunidades ayahuasqueiras. A ayahuasca reduz a fissura causada pelo crack, sendo intensificada pela consagração do “Daime de Guarda”. O efeito da ayahuasca e influência dos rituais é um processo indissociável, ou seja, neste estudo, os usuários de crack que recorreram à ayahuasca como estratégia para manterem-se abstinentes da droga obtiveram sucesso, pela associação do chá e o ritual religioso.

Introduction: The abuse of crack has been a major health and social problem. Its effects and destructive behavior have moved the society in searching an effective strategy for the treatment its users. The fissure, determining factor in the establishing addiction and relapse, has been the main focus of the struggle of the user who tries to leave the drug. Ayahuasca, an entheogen tea used in a religious context, has been used as an alternative to achieve the abstinence from crack, although there are dissenting speeches about this practice. Objective: This work has identified the results of the experiment by those who use or have used Ayahuasca as an alternative strategy to achieve abstinence from crack. Methodology: It was used a qualitative methodology, which permits the knowledge of the phenomenon from the values and opinions of those who experienced or experience it. The ethnography, qualitative research method was employed as a way to unravel the culture of the use of Ayahuasca and its influence on crack addiction. An intentional sample selected by criteria, composed of 40 members and former k users were recruited through key informants and sampling chains, especially the snowball technique (snowball). The respondents were subjected to a semi-structured interview guided by script issues. The participant observation was used to the knowledge of the phenomenon studied through the communities Ayahuasca users. Results and Discussion: In most cases, the crack user who employs Ayahuasca as a strategy to remain abstinent is characterized as man, in the age group between 31-39 years old with high education, predominantly social class C. Most respondents were influenced by the principles of the Catholic religion and analyzing the role of religions before Ayahuasca in the lives of participants of the the sample, it is clear that these were not enough to protect them from the drug use, due to the little involvement of respondents with religion adopted. Most sought Ayahuasca to achieve the abstinence from crack, whilst others went to find spirituality in a more organized social life, out of curiosity to try a hallucinogenic or maintain abstinence substance. The ayahuasca was not the first choice of most of the sample to try to get to the withdrawal of crack; the failure of the conventional treatments led them to search for an alternative strategy such as Ayahuasca. Ayahuasca, in ceremonial use, was efficient for achieving abstinence from crack, with only 8 subjects presenting relapses. Occurred changes in the lives of crack users after the search of ayahuasca, as social inclusion, with 95% declaring themselves with some occupation or job; cessation of psychoactive abuse; restructuring of life, family restructuring, such as resuming the relationship with the children. Conclusion: There is an intense and deep connection between the maintenance of abstinence from crack users with Ayahuasca community considering that more than a third of participants who returned to use crack, attributed to the remoteness of their communities (47 %). Among them, there were supporters of the doctrine of long standing, may be an indication that the time of use of ayahuasca has no relation to the maintenance of abstinence achieved. The "cure" for the sample subjects was considered the scope of the abstinence achieved and was considered cured of addiction of crack. No similarities in the effects of the ayahuasca with the crack were observed. Ayahuasca communities which have followers and leaders with more directed to discipline , religiousness, spirituality and warmth behaviors , with active participation in community life had less rates of relapse . Behavioral changes such as improving patience, tolerance, reflection before making decisions, charity, respect, concern for personal / spiritual development and increased self-esteem were observed . The lack of distinction between the supporters of the doctrine , the warmth , the touch , care , concern and respect among the members were key items on self recognition of the sample as "being in the world", making possible the development and realization of new life projects . The ingestion of an entheogenic tea may have been a big draw for crack users reach the ayahuasca communities. Ayahuasca reduces the fissure caused by the crack, being intensified by the consecration of "Daime Guard". The effect and influence of ayahuasca rituals is an indivisible process, ie , in this study crack users who have used ayahuasca as a strategy in order to remain abstinent drug succeeded by the association of tea and religious ritual.
Keywords Transtornos relacionados ao uso de substâncias
Alucinógenos
Cultura
Etanol
Consciência
Language Portuguese
Sponsor Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Date 2013
Published in CRUZ, Joselaine Ida da. O uso da ayahuasca na dependência do crack. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2013.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 236 p.
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23003

Show full item record




File

Name: DISSERTAÇÃO_Joselaine Ida da Cruz.pdf
Size: 3.037Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account