Estudo de confiabilidade e validade da Escala de avaliacao da interacao mae-bebe no periodo perinatal

Estudo de confiabilidade e validade da Escala de avaliacao da interacao mae-bebe no periodo perinatal

Autor Torii, Thais Suemi Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar as caracteristicas psicometricas da Escala de Avaliacao da Interacao Mae-Bebe (EAIMB) a partir do estudo de validade e confiabilidade entre avaliadores. Justificativa: Desde antes do nascimento a mae interage com o seu bebe que responde a esta com uma serie de comportamentos. Esta interacao tem sido objeto de muitos estudos, principalmente no que se refere ao fortalecimento do vinculo mae-bebe e posterior desenvolvimento da crianca. Diversas patologias tanto do desenvolvimento, quanto relacionadas a mae, podem ser identificadas a partir do estudo da interacao mae-bebe, e a partir disso, modelos de intervencao podem ser criados com o objetivo de minimizar seus impactos na Saúde de ambos. Apesar de ser consenso a valorizacao da interacao mae-bebe no processo de desenvolvimento humano, existem poucos instrumentos que se propoe a avaliar esta interacao. Metodo: Estudo de confiabilidade e validade. Participaram 71 puerperas (idade m=23,26 +4,96) moradoras da comunidade de Paraisopolis na regiao sudoeste de São Paulo. As participantes foram selecionadas de forma consecutiva no periodo de junho de 2009 a janeiro de 2011, entre as gestantes que realizavam acompanhamento pre-natal em Unidades Basicas de Saúde (UBS). A EAIMB tem por objetivo avaliar a interacao mae-bebe por meio de uma filmagem da amamentacao por 15 minutos ate o segundo dia do parto. Ela e composta por 26 itens agrupados em 10 categorias, sendo 6 relacionadas ao comportamento da mae e 4 relacionadas ao comportamento do bebe. O avaliador observa no filme a presenca de um determinado comportamento e assinala sua intensidade numa escala analogica, onde 0 representa nenhuma intensidade e 100 representa a maxima intensidade do comportamento observado. Os dados foram coletados na maternidade em ate 2 dias apos o parto e cada participante foi filmada com o seu bebe por 15 minutos durante a amamentacao. Analise estatistica: Foram usados procedimentos de estatistica descritiva (frequencia, medias e desvios-padroes) para os dados demograficos, o Coeficiente de Correlacao Intraclasse (ICC) como indice de confiabilidade e analise de componentes principais para a validacao de construto da escala. A avaliacao da confiabilidade foi realizada atraves da avaliacao da intensidade dos comportamentos da mae e do bebe observados de forma independente por dois avaliadores previamente treinados que assistiram aos filmes concomitantemente. Para avaliacao da estrutura do questionario foi feita uma analise de principais componentes nas questoes cujos ICC foram maiores do que 0,60. Resultados: Ao todo foram realizadas 72 filmagens com 71 maes, pois uma delas deu a luz a gemeos. Neste caso a filmagem foi feita com cada bebe separadamente. Das participantes, 95,8% eram primiparas, possuiam em media 9,93 (+2,30) anos de escolarizacao formal e renda media de 1,221.00 (+852,00) reais. A EAIMB apresentou escores de ICC que variaram de 0,43 a 0,93. Dos 26 itens da escala, 7 itens nao apresentaram boa confiabilidade e foram excluidos das demais analises. Na APC foram extraidos 7 fatores que explicaram 75,6% da variancia. Na sua maioria estes fatores reuniram itens de comportamento do bebe ou das maes, diferentemente do primeiro e terceiro fatores que possuiam itens tanto de comportamentos da mae como do bebe. O primeiro reuniu os itens: omae insere/segura o seio na bocao; omae toca/estimula a boca do bebe com o seioo e obebe remexe/adere ao bicoo. O terceiro fator reuniu os seguintes itens: obebe chorao, obebe aperta as maos, agarra ou tremeo e omae acalenta/balanca o bebeo. Conclusao: o estudo das caracteristicas psicometricas da EAIMB mostrou boa confiabilidade da maioria dos itens da escala e a analise de construto mostrou que os itens confiaveis agrupam fatores que explicam grande parte da variancia dos dados e revelou ainda dois fatores que mostram a interacao entre a mae e o bebe na medida em que o comportamento de um afeta o do outro
Palavra-chave Recém-Nascido
Relações Mãe-Filho
Reprodutibilidade dos Testes
Apego ao Objeto
Psicometria
Recém-Nascido
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 86 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 86 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22999

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta