Árvore bronquial: arquitetura em mamíferos de massa corporal diversa

Árvore bronquial: arquitetura em mamíferos de massa corporal diversa

Título alternativo Bronchial tree: architecture in mammals of diverse mass body
Autor Monteiro, Adilson Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Smith, Luiz Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A anatomia dos espacos aereos dos pulmoes de mamiferos constitui a arquitetura da arvore bronquial cuja disposicao esta associada a dinamica do fluxo do ar. Para analisar as possiveis diferencas desta arquitetura em mamiferos de dimensoes e postura diversas, foram estudados moldes da arvore bronquial obtidas de pulmoes do ser humano, do porco e do rato. O comparar os moldes obtidos dos pulmoes de humanos, porcos e ratos. Determinar os diametros de bronquios em suas principais divisoes relacionando-as com a massa corporal dos seres estudados utilizando alometria. Amostra inclui 27 moldes de pulmoes, 9 pulmoes de humanos adultos, 7 de porcos e 9 de ratos. Os espacos aereos foram preenchidos com polimeros injetados pela traqueia seguida de corrosao dos tecidos com acido. Os diametros das traqueias e dos bronquios foram medidos ate a 3ª geracao, fotografados e ampliados, ajustados por escala. Para medir foi utilizado o programa ImageJ para as medidas. Os dados foram transformados em logaritmos e regredidos com tecnica dos multiplos quadrados, com analise de variancia e teste de Sidak. Os resultados revelaram padrao monopodial para os animais e dicotomico para o homem. A relacao alometria da traqueia indica que a traqueia e maior no rato, depois no porco e por ultimo no ser humano e as diferencas sao estatisticamente significante, o mesmo ocorreu com o bronquio direito, quanto ao bronquio esquerdo nao houve diferenca entre o rato e o porco, o homem diferente do rato e do porco. Entre os diferentes diametros nas tres especies. A relacao linear do diametro da traqueia do ser humano e 1,2 vezes maior que a do porco e 6,7 vezes maior que a do rato, a do porco e 5,6 vezes maior que a do rato. No rato a unica correlacao significativa foi entre o diametro do bronquio direito e a massa corporal (P=0,047). Discute-se entao a relacao entre efiCiência do fluxo aereo e a anatomia da arvore respiratoria. Grandes mamiferos tem uma frequencia respiratoria menor do que os pequenos. (com relacao a frequencia respiratoria homem, porco e rato 16-20, 8-16 e 80-100). Os mamiferos de pequena, media e grande massa corporal aliados a posturas e habitos diversos, quando comparados revelaram haver diferencas morfologicas quanto a arvore bronquial e diferencas na correlacao alometrica entre os quadrupedes e o bipede (humano). Em relacao aos diametros da traqueia e bronquio direito. Quanto ao bronquio esquerdo, nao ha correlacao entre o rato e porco
Palavra-chave Humanos
Animais
Traqueia
Traqueia/anatomia & histologia
Brônquios
Brônquios/anatomia & histologia
Bronquíolos
Bronquíolos/anatomia & histologia
Alvéolos pulmonares
Alvéolos pulmonares/anatomia & histologia
Mamíferos
Suínos
Ratos Wistar
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 65 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 65 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22997

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta