Efeito do Exercicio fisico nos niveis das citocinas IL-10, IL-6 e TNF-α em pacientes com Lupus Eritematoso Sistemico

Efeito do Exercicio fisico nos niveis das citocinas IL-10, IL-6 e TNF-α em pacientes com Lupus Eritematoso Sistemico

Título alternativo Effect of physical exercise in the levels of cytokines IL-10, IL-6 and TNF-α in patients with Systemic Lupus Erythematosus
Autor Silva, Aline Evelyn Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar os niveis de citocinas IL-6, IL-10, e TNF-&#945; antes e apos exercicio fisico agudo e treinamento fisico aerobio supervisionado em pacientes com lupus eritematoso sistemico (LES). Pacientes e Metodos: Efeito do exercicio fisico agudo u foram estudadas 27 mulheres com LES (18 a 45 anos) e 30 mulheres saudaveis da mesma faixa etaria, submetidas ao teste ergoespirometrico. No tempo zero e logo apos o teste ergoespirometrico, foram coletadas amostras de sangue periferico para quantificacao das citocinas. Efeito do treinamento aerobio u 12 mulheres com LES foram submetidas a um programa de treinamento fisico aerobio supervisionado, 3 vezes por semana, por 16 semanas. No tempo zero e apos 16 semanas de treinamento aerobio foram coletadas amostras de sangue periferico para quantificacao das citocinas. Os niveis sericos de IL-6, IL-10 e TNF-&#945; foram quantificados pela tecnica de ELISA utilizando kits comerciais (R&D Systems, Inc. - Minneapolis, EUA). A atividade da doenca foi avaliada pelo SLEDAI; o indice de percepcao de esforco, pela escala de Borg e da fadiga, pela escala de fadiga de Krupp. Estas variaveis foram avaliadas no inicio do estudo e apos de 16 semanas de treinamento fisico. Analise estatistica: As comparacoes entre os grupos, para variaveis numericas, foram realizadas pelo teste t de Student para aquelas com distribuicao normal e teste nao parametrico de Mann-Whitney e Wilcoxon para aquelas sem distribuicao normal. Valores de p<0,05 foram considerados significantes. Resultados: Para o grupo exercicio fisico agudo: A media de idade e o indice de massa corporea foram semelhantes entre pacientes e controles. No teste ergoespirometrico, as pacientes com LES apresentaram piores parametros comparadas as controles: VO2max (25,78± 5,51vs32,74±5,85 ml/kg/min, P<0,001); FC max (174,18±12,36 vs 185,15±2,07 bpm, P=0,001); ventilacao max (65,51±15,68vs 80,48±18,98 l/min, P=0,001) e velocidade max (7,70± 1,24 vs 9,4±1,22 Km/h, P<0, 001). Na avaliacao basal, as pacientes com LES apresentaram niveis significantemente maiores de IL-6 [2,38±1,70 vs 1,71±0,29 pg/ml, p=0,035] e de IL-10 [1,09±1,55 vs 0,30±0,11 pg/ml, p=0,037] quando comparadas as mulheres saudaveis. Em pacientes com LES, o exercicio agudo nao alterou significativamente os niveis das citocinas IL-6, IL-10 e TNF-&#945;. Por outro lado, nas mulheres saudaveis, o exercicio fisico agudo aumentou significativamente os niveis de IL-6 [1,71±0,29 vs. 2,01±0,27 pg/ml, p=0,003], sem alterar os niveis de IL-10 e TNF-&#945;. No grupo treinamento aerobio, a media de idade das 12 pacientes submetidas ao treinamento fisico foi de 35,5±8 anos, com media de escore do SLEDAI de 1,83±1,75, media de tempo de doenca de 94,6±69,9 meses e media do indice de massa corporea (IMC) de 27,2±4,9. Apos 16 semanas de treinamento fisico observamos melhora significativa dos parametros de tolerancia ao exercicio [11,78±2,06 vs 11,78±2,06 min, p=0,021], velocidade max[7,5±1 vs 8,23±1,1 Km/h, p=0,049] e velocidade de limiar anaerobio [5,5±0,63 vs 5,9±0,6 Km/h, p=0,011] nas pacientes com LES. Nao houve diferenca significante nos niveis das citocinas IL-6, IL-10 e TNF-&#945; quando comparados niveis antes e apos o treinamento fisico. Conclusao: Este e o primeiro estudo na literatura que avaliou niveis de citocina antes e apos exercicio fisico agudo e o efeito do treinamento fisico aerobio nos niveis de citocinas em pacientes com LES. Pacientes com LES apresentaram niveis basais de IL-6 e IL-10 maiores que as controles, mas, nao foi observada alteracao dos niveis de IL-6, IL-10 e TNF-&#945; apos exercicio fisico agudo ou apos treinamento fisico aerobio, sugerindo que a atividade fisica e segura para pacientes com LES inativo ou com baixa atividade de doenca, nao tendo sido observado apos atividade fisica aguda ou cronica, aumento de citocinas inflamatorias que poderiam estar associadas a atividade da doenca
Palavra-chave Lúpus Eritematoso Sistêmico
Exercício
Citocinas
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 76 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22976

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta