Influência da imobilização do joelho na cartilagem articular do fêmur de ratos Wistar exercitados e não exercitados: estudo morfométrico e estereológico

Influência da imobilização do joelho na cartilagem articular do fêmur de ratos Wistar exercitados e não exercitados: estudo morfométrico e estereológico

Título alternativo Influences of immobilization of the knee articular cartilage of the femur from Wistar rats exercised and not exercised. Morphometric and stereological study
Autor Maldonado, Diogo Correa Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silva, Marcelo Cavenaghi Pereira da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Biologia Estrutural e Funcional – São Paulo
Resumo Sabe-se que a imobilizacao de qualquer articulacao sinovial promove diversos efeitos deleterios nos seus diferentes componentes, principalmente na cartilagem articular. O exercicio fisico e um dos grandes aliados para o combate de patologias ou situacoes que degeneram a cartilagem articular. Varios estudos apontam os efeitos beneficos do exercicio fisico e maleficos da imobilizacao articular, porem nao existem estudos demonstrando os efeitos da imobilizacao em animais ou humanos previamente exercitados. Objetivo: avaliar se o processo degenerativo da cartilagem articular que acompanha a imobilizacao articular e minimizada em praticantes de exercicio fisico. Metodos: Foram analisadas, atraves de microscopia de luz, a morfologia das camadas e de seus componentes, as espessuras das camadas articulares, a espessura total da cartilagem, a densidade numerica de condrocitos, o volume dos nucleos dos condrocitos (camada media) e a densidade de fibras colagenas (camada media) da cartilagem articular no condilo femoral medial de ratos Wistar. Quatro grupos foram utilizados: grupo controle (GC), grupo imobilizado (GI), grupo exercitado (GEx) e grupo exercitado e imobilizado (GExI). As articulacoes dos joelhos direitos dos GI e GExI foram imobilizadas a 90° utilizando tala gessada, durante 8 semanas. Os grupos GEx e GExI foram submetidos a exercicio em esteira durante 8 semanas. Resultados: Nos animais sedentarios, a imobilizacao do joelho promoveu efeitos deleterios na cartilagem articular. Nesses animais, ocorreu diminuicao: da espessura da cartilagem como um todo e de cada uma das suas camadas, da densidade de fibras colagenas, da densidade numerica dos condrocitos, do volume dos nucleos dos condrocitos. Estes efeitos foram todos, e em diferentes proporcoes atenuados nos animais previamente exercitados. Conclusao: O exercicio promove alteracoes beneficas na cartilagem articular, de tal maneira que, se a articulacao tiver que ser imobilizada, ocorrera efeitos deleterios pouco importantes na cartilagem articular
Palavra-chave Animais
Restrição Física
Articulação do Joelho
Joelho
Cartilagem Articular
Exercício
Ratos Wistar
Condicionamento Físico Animal
CLOSE
Colágeno
Imobilização
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em MALDONADO, Diogo Correa. Influência da imobilização do joelho na cartilagem articular do fêmur de ratos Wistar exercitados e não exercitados. Estudo morfométrico e estereológico. 2013. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22974

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-14166.pdf
Tamanho: 2.466MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta