Avaliacao da pressao parcial do dioxido de carbono no Sangue arterial, em repouso, na predicao da gravidade

Avaliacao da pressao parcial do dioxido de carbono no Sangue arterial, em repouso, na predicao da gravidade

Título alternativo Evaluation of the partial pressure of carbon dioxide role in the arterial blood at rest in assessment of hemodynamic severity and prognosis in patients with pulmonary arterial hypertension
Autor Arakaki, Jaquelina Sonoe Ota Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Fundamentacao: A hipertensao arterial pulmonar (HAP) e caracterizada pelo aumento da resistencia vascular pulmonar, aumento da pressao nas arterias pulmonares e consequente falencia ventricular direita. Grandes avancos foram obtidos nos ultimos anos, com disponibilidade de novos farmacos para o seu tratamento. Porem a HAP ainda e marcada por alta morbidade e mortalidade. Desta forma, alem do investimento no desenvolvimento de novas moleculas para o seu tratamento, a identificacao de marcadores de gravidade e prognostico tem se estabelecido como instrumento relevante para definicao de estrategias terapeuticas. Desde o Registro do NIH (National Institute of Health), na decada de 80, quando as medicacoes que atuam na circulacao pulmonar nao eram disponiveis, alguns marcadores de prognostico foram identificados, sobretudo as variaveis hemodinamicas. Registros contemporaneos, como o Frances e o Americano, foram responsaveis pelo melhor conhecimento epidemiologico da HAP, bem como de outros fatores prognosticos, melhorando o manejo da doenca. Idealmente um marcador de prognostico deve: i) ser de facil execucao e interpretacao; ii) ser reprodutivel; iii) ter baixa variabilidade; iv) ser sensivel a medidas terapeuticas, e v) apresentar uma justificativa fisiopatologica e epidemiologica para o seu uso. A hipocapnia tem sido descrita em diversos estudos envolvendo pacientes com HAP, sendo varios os potenciais mecanismos que associam a hiperventilacao com a sua fisiopatogenia; porem foram poucos os estudos que avaliaram o seu papel na predicao do prognostico da HAP. Objetivos: Primariamente, avaliar o papel da pressao parcial do dioxido de carbono no sangue arterial (PaCO2) em repouso, no momento do diagnostico, como preditor da gravidade hemodinamica e do prognostico de pacientes com HAP. Secundariamente, avaliar principais preditores de mortalidade de uma populacao de pacientes com HAP. O estudo foi observacional de uma coorte retrospectiva de 47 pacientes com HAP, avaliados no periodo de 2005 a 2009 e acompanhados ate 2011. Resultados: A PaCO2 menor ou igual a 31mmHg, teve sensibilidade de 69%, especificidade de 92%, valor preditivo positivo de 95% e valor preditivo negativo de 56% para identificar pacientes com IC reduzido (< 2,6L/min/m2). A classe funcional da NYHA (New York Heart Association), a distancia percorrida no teste de caminhada de seis minutos e a pressao de arteria pulmonar media nao se associaram com o risco de mortalidade. Na analise de riscos proporcionais de Cox, a PaCO2, o indice cardiaco, a pressao do atrio direito e o indice de resistencia vascular pulmonar obtidos no momento do diagnostico se associaram significantemente com o prognostico, entretanto, apenas a PaCO2 manteve-se como marcador independente de mortalidade. [HR 0,804; IC95% 0,670-0,964; p = 0,019]. Interessantemente, na analise da curva de Receiver Operating Characteristics (ROC), a area sob a curva (AUC) foi de 0,731 (IC95% 0,58-0,88; p=0,015) e identificou o mesmo valor da PaCO2, de 31mmHg, como melhor nivel de corte, com sensibilidade de 85% e especificidade 62% para prever a mortalidade. As taxas de sobrevida dos pacientes com PaCO2 maior que 31mmHg ou menor ou igual a 31mmHg em 1, 2, 3 e 5 anos foram, respectivamente, de 100% vs 95,7%; 95,7% vs 75%; 93,8% vs 57,1% e 83,3% vs 41,2% (x2 = 7,467; p =0,006; teste log rank). Conclusoes: A PaCO2, em repouso, obtida no momento do diagnostico, demonstrou-se um marcador relevante como preditora de gravidade hemodinamica e prognostico em uma populacao de pacientes com HAP.
Palavra-chave Hipertensão Pulmonar
Dióxido de Carbono
Monitorização Transcutânea dos Gases Sanguíneos
Hiperventilação
Pressão Arterial
Sobrevida
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 144 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 144 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22965

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta