Participação de células b-1 no desenvolvimento do diabetes murino induzido por estreptozotocina.

Participação de células b-1 no desenvolvimento do diabetes murino induzido por estreptozotocina.

Título alternativo B-1 cells role in the development of murine streptozotocin-induced diabetes
Autor Alvares, Anuska Marcelino Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mariano, Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Microbiologia e imunologia – São Paulo
Resumo O diabetes mellitus e uma sindrome clinica heterogenea, caracterizada por anormalidades endocrino-metabolicas. Estudos relacionados ao diabetes tipo 1 sempre deram enfase a participacao de celulas T no processo. Mais recentemente, estudos tem demonstrado a participacao de celulas B no desenvolvimento do diabetes e, mais especificamente, tem sido descrito o papel de celulas B-1 em modelos experimentais de diabetes murino. Autores tem demonstrado que celulas B-1 sao capazes de migrar para as ilhotas pancreaticas, favorecendo o desenvolvimento do diabetes pela producao de IgM que ligam-se a antigenos de ilhotas ou permitindo a infiltracao de celulas T autorreativas no pancreas de camundongos diabeticos. Diante deste cenario, este estudo se propoe a demonstrar, pela primeira vez, a participacao de celulas B-1 em modelo de diabetes murino induzido por STZ. Para tanto, camundongos BALB/c e BALB/c Xid (deficientes em celulas B-1) foram submetidos a inducao do diabetes pela injecao de baixas doses de STZ (streptozotocina). Para confirmar a importancia de celulas B-1 neste modelo, estas celulas foram transferidas adotivamente para camundongos Xid antes ou depois do tratamento com STZ (grupo Xid + B-1). Tambem, o sobrenadante de cultura de celulas B-1 foi utilizado como tratamento em camundongos Xid diabeticos. Nossos resultados demonstraram que camundongos Xid sao mais suscetiveis a acao da STZ, com valores glicemicos mais acentuados que os observados em camundongos BALB/c (p<0,001), que nao se tornaram diabeticos. Esses animais apresentaram maior destruicao tecidual e menor producao de insulina nas ilhotas pancreaticas. Foi demonstrado que celulas B-1 migram para as ilhotas pancreaticas e sao capazes de regular a glicemia de camundongos diabeticos. Camundongos Xid + B-1 nao desenvolveram diabetes apos a transferencia de celulas B-1 e foram encontradas celulas B-1 infiltrando o pancreas desses animais, semelhantemente ao encontrado em camundongos BALB/c. Quando foram adicionadas celulas B-1 em camundongos BALB/c e C57BL/6 tratados com STZ, a glicemia desses animais diminuiu em relacao aqueles que nao receberam celulas B-1. Confirmando a importancia de celulas B-1 na protecao contra o diabetes autoimune, camundongos Xid que receberam celulas B-1 apos o tratamento com STZ, ou seja, apos a destruicao tecidual, tambem nao desenvolveram diabetes e esse efeito foi duradouro, mantendo os animais saudaveis por um longo periodo, mesmo apos a injecao de STZ. Surpreendentemente, o tratamento com o sobrenadante de cultura de celulas B-1 diminuiu os valores glicemicos (< 250mg/dL) de camundongos Xid em poucas horas apos a injecao. Em conclusao, foi demonstrado, pela primeira vez, que celulas B-1 sao capazes de regular a glicemia de camundongos diabeticos, caracterizando uma nova funcao para essas celulas. Nossos dados sugerem que o sobrenadante de cultura de celulas B-1 e composto por um fator que, como a insulina, e capaz de regular a glicemia de camundongos diabeticos em poucas horas, amenizando os sintomas de camundongos BALB/c e C57BL/6 e protegendo camundongos Xid do desenvolvimento do diabetes autoimune.
Palavra-chave Diabetes Mellitus Tipo 1
Subpopulações de Linfócitos B
Linfócitos B Reguladores
Estreptozocina
Diabetes Mellitus
Camundongos
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo : Brasilia: [s.n.], 2013. 87 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 87 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22950

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta