Sensibilidade do eletrocardiograma na hipertrofia ventricular de acordo com gênero e massa cardíaca.

Sensibilidade do eletrocardiograma na hipertrofia ventricular de acordo com gênero e massa cardíaca.

Autor Colosimo, Ana Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Póvoa, Rui Manuel dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (Cardiologia) – São Paulo
Resumo Introdução: Sabe-se que varios fatores interferem na sensibilidade do Eletrocardiograma (ECG) no diagnostico da Hipertrofia Ventricular Esquerda (HVE), sendo o genero e a massa cardiaca alguns dos principais. O objetivo deste estudo foi avaliar a influencia do sexo na sensibilidade de alguns dos criterios utilizados para a deteccao de HVE, de acordo com a progressao do grau de hipertrofia ventricular. Metodos: Foram estudados 874 pacientes hipertensos do setor de Cardiopatia Hipertensiva da Disciplina de Cardiologia do Hospital São Paulo. Todos foram submetidos a eletrocardiograma de 12 derivacoes e a cocardiograma. De acordo com o genero e com o grau de HVE ao ecocardiograma, os pacientes foram divididos em tres grupos: HVE leve, moderada e grave. Avaliou-se a sensibilidade do ECG para detectar HVE entre homens e mulheres, conforme o grau de HVE. Resultados: Dos 874 pacientes, 265 eram homens (30,3%) e 609 mulheres (69,7%). Os criterios [(S+R)x QRS], Sokolow-Lyon, Romhilt-Estes, Perugia e padrao strain mostraram alto poder discriminatorio no diagnostico de HVE entre homens e mulheres nos tres grupos de HVE, com desempenho superior na populacao masculina e destaque para os escores [(S+R)x QRS] e Perugia. Conclusao: A sensibilidade diagnostica do ECG e maior com o aumento da massa cardiaca. O exame e mais sensivel entre homens, destacando-se os escores [(S+R)x QRS] e Perugia.
Palavra-chave Eletrocardiografia
Hipertrofia Ventricular Esquerda
Hipertensão
Insuficiência Cardíaca
Identidade de Gênero
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em COLOSIMO, Ana Paula. Sensibilidade do Eletrocardiograma na Hipertrofia Ventricular de Acordo com Gênero e Massa Cardíaca. 2013. 80 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 80 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22919

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-14113.pdf
Tamanho: 1.120MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta