SIEPS u sessoes interativas em educacao permanente em Saúde

SIEPS u sessoes interativas em educacao permanente em Saúde

Autor Pontes, Carlos Adriano Gazanego Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: analisar uma ferramenta de Educacao Permanente em Saúde, denominada Sessoes Interativas em Educacao Permanente em Saúde u SIEPS, realizada em Unidades de Saúde da Familia da Faculdade de Medicina de Petropolis/Faculdade Arthur Sa Earp Neto (FMP/FASE) desde 2006. Metodologia: trata-se de uma pesquisa retrospectiva, quali-quantitativa, de analise de dados gerados por uma pesquisa realizada entre abril/2009 a marco/2010 pelo PET-Saúde, instituido na FMP/FASE e Secretaria Municipal de Saúde de Petropolis. Resultados: foram descritos os cenarios do processo de Educacao Permanente em Saúde (EPS) antes da implantacao das SIEPS nas Unidades de Saúde e apresentada a analise documental dos produtos do PET-Saúde envolvendo: o processo de transformacao dessa ferramenta de EPS; analise do grau de satisfacao e percepcao dos coordenadores da FMP/FASE e dos profissionais de Saúde das cinco unidades envolvidas em busca de dados que ratificaram e/ou incrementaram as atividades das SIEPS. Desde sua implantacao ate a formulacao atual, as SIEPS passaram por tres periodos de mudancas: a) sessoes interativas de Clinica Medica, em que se efetuava a supervisao de Clinica Medica dos residentes de Medicina de Familia e Comunidade lotados nas USF da FMP/FASE; b) o periodo de transicao com a participacao inicial de algumas categorias profissionais das Equipes de Saúde da Familia (ESF); estrutura atual quando sao inseridos todos os profissionais, especialistas convidados e estudantes de graduacao e Pós-graduação de Medicina, Enfermagem e Nutricao, que participaram ou deram suporte ao processo de trabalho das equipes locais. As SIEPS sao realizadas e orientadas de acordo com os principios de educacao permanente em Saúde, preconizados pelo Ministerio da Saúde, por meio da problematizacao de casos do cotidiano do trabalho, necessidades e demandas. As SIEPS foram reconhecidas por 82% dos profissionais lotados nas USF da FMP/FASE como uma ferramenta de EPS. O enfoque problematizador mobilizou, de forma significativa, os atores em seus processos de aprendizagem, estabelecendo-se movimentos de interesse, e motivacao do trabalho em grupo, traduzidos, no decorrer dessa experiencia, pelo respeito a opiniao dos profissionais envolvidos, a valorizacao do acolhimento e do cuidado, o aumento da resolutividade dos casos, o reconhecimento das necessidades de Saúde das pessoas, da comunidade e Gestão local, e, especialmente, na formacao etico-profissional. Conclusoes: O intuito das SIEPS nao e ser um modelo de replicacao de atividade de Educacao Permanente em Saúde, mas uma omola indutorao para construcao de novas estrategias de ensino-aprendizagem na Atencao Primaria em Saúde. A partir de sua implantacao, ha sete anos e buscando concretizar o trabalho na logica da interdisciplinaridade, as SIEPS vem passando por modificacoes progressivas, mostrando ser um modelo flexivel e aberto a mudancas de acordo com as necessidades sentidas por seus integrantes/participantes, em prol de consolidar-se como uma ferramenta de EPS.
Palavra-chave Credenciamento
Desenvolvimento de Pessoal
Estratégia Saúde da Família
Aprendizagem Baseada em Problemas
Educação em Saúde
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 92 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 92 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22915

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta