Treinamento aeróbico n-acetilcisteina na modulação do receptor P2X7 e na progressão da nefropatia diabética experimental

Treinamento aeróbico n-acetilcisteina na modulação do receptor P2X7 e na progressão da nefropatia diabética experimental

Título alternativo Aerobic training and N-acetylcysteine in the modulation of P2X7 receptor and in the progression of experimental diabetic nephropathy
Autor Rodrigues, Adelson Marçal Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Higa, Elisa Mieko Suemitsu Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Estudos em nosso Laboratorio com suplementacao de N-acetilcisteina (NAC) ou treinamento aerobico mostraram-se ferramentas eficazes contra o estresse oxidativo, atenuando a progressao da nefropatia diabetica em ratos. Receptores P2X7 (P2X7-R) em condicoes patologicas estao significantemente auto expressos em todo o organismo e aumentam os niveis de estresse oxidativo. O estudo visa avaliar a influencia do treinamento aerobico, da NAC e do P2X7-R e no desenvolvimento da nefropatia diabetica. Ratos Wistar machos foram todos nefrectomizados unilateralmente e o diabetes mellitus foi induzido usando estreptozotocina (60mg/kg, i.v.). O treinamento aerobico foi feito sobre esteira com taxa de trabalho de 16m/minuto por 60 minutos por dia, 5 dias por semana durante 8 semanas (CTL+EX e DM+EX); os ratos sedentarios foram mantidos em repouso sobre a esteira desativada (CTL+SE e DM+SE). Metade dos animais de cada grupo foi tratada com NAC (600mg/L) (CTL+SE+NAC, CTL+EX+NAC, DM+SE+NAC e DM+EX+NAC) e os outros receberam agua (n=10 para todos os grupos). Resultados foram descritos como medias ±EP; com significancia para p<0,05. DM+SE quando comparado a CTL+SE piora o perfil metabolico e a funcao renal, ainda houve aumento significante do estresse oxidativo, reducao da razao entre as glutationas (GSR/GPx) e da biodisponibilidade do oxido nitrico (NOo); viu-se ainda que a expressao dos P2X7-R estava significantemente elevada (43,25 ±5,45% vs 0,59 ±0,06%), juntamente com a mobilidade de calcio via BzATP (1,0 ±0,23 vs 0,14±0,06) ou ATP (0,38 ±0,16 vs 0,034 ±0,01). No entanto, todas as alteracoes do perfil metabolico e disfuncionalidade renal foram atenuadas com os tratamentos com NAC ou exercicios, principalmente quando ambos eram dados simultaneamente; ainda reduziu-se a expressao e a ativacao do P2X7-R via BzATP ou ATP, seja pela suplementacao de NAC (34,87 ±4,34%; 0,27 ±0,06; 0,20 ±0,04; respectivamente), pelo treinamento aerobico (25,60 ±3,44%; 0,31 ±0,08; 0,21 ±0,03; respectivamente) ou ambos (3,85 ±0,56%; 0,17 ±0,04; 0,14 ±0,01; respectivamente). Baseados em nossos achados, vimos a possibilidade da ativacao do P2X7-R poder ser parcialmente dependente do estresse oxidativo, onde poderia haver um mecanismo intracelular de inibicao pelo NOo sobre 0 receptor via nitrosilacao da extremidade C-terminal. Sugerimos que a busca da homeostase redox feita por tratamentos alternativos como a NAC e treinamento aerobico ou o uso de inibidores para o P2X7-R poderia ser util no retardamento da nefropatia diabetica, contudo mais estudos seriam necessarios para confirmar estes nossos achados
Palavra-chave Acetilcisteína
Receptores purinérgicos
Óxido nítrico
Estresse oxidativo
Exercícios
Diabetes
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 107 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 107 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22899

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta