Intervenção psicológica como parte de um programa de tratamento para adolescentes obesos: efeitos na competência social, nos problemas de comportamento, na redução de peso e nas práticas educativas parentais

Intervenção psicológica como parte de um programa de tratamento para adolescentes obesos: efeitos na competência social, nos problemas de comportamento, na redução de peso e nas práticas educativas parentais

Título alternativo Psychologial intervention as part of a treatment for obese adolescentes: effects on social competence, behavior problems, reducing weight and parental practices
Autor Sapienza, Graziela Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Fisberg, Mauro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A obesidade infantil alcanca indices preocupantes e tornou-se um grande problema de Saúde publica, principalmente devido ao impacto que causa na vida dos adolescentes, trazendo consequencias fisicas, sociais, economicas e psicologicas. Adolescentes obesos tem dificuldades no engajamento em atividades fisicas, na conscientizacao acerca dos problemas e consequencias da obesidade e apresentam problemas psicologicos que prejudicam a competencia social. Seus pais costumam utilizar praticas educativas negativas e adotar habitos pouco saudaveis, agravando o problema. Este trabalho verifica os efeitos de intervencao psicologica comportamental com enfase em treino de habilidades sociais, concomitante a orientacao psicologica de pais na competencia social, nos problemas de comportamento, na percepcao das praticas educativas parentais e na reducao de peso de adolescentes obesos que participam de um programa de tratamento multidisciplinar (psicologia, nutricao e educacao fisica) para controle e reducao de peso. Metodo. Participaram deste estudo 39 adolescentes separados em tres grupos de intervencao: G1 u grupo experimental completo (intervencao psicologica com adolescentes e pais), G2 u grupo experimental simples (intervencao psicologica com os pais) e G3 u grupo controle (sem intervencao psicologica). Os adolescentes dos 03 grupos praticavam atividade fisica e tiveram orientacao nutricional. Foram aplicados diversos questionarios comportamentais e a intervencao durou 03 meses, sendo que os adolescentes foram avaliados em tres momentos: antes da intervencao (pre-intervencao), logo apos a intervencao (pos-intervencao) e 09 meses apos a intervencao (acompanhamento), caracterizando 12 meses de acompanhamento. Resultados. Os participantes sao meninos e meninas, com idade media entre de 11 e 14 anos, que se percebem como socialmente competentes (n=23), mas apresentando problemas de comportamento (n=30). Grande parte dos pais percebe seus filhos como clinicos em relacao a competencia social (n= 30) e aos problemas de comportamento (n= 38), utilizam praticas educativas de risco (negativas) (n=21) na educacao dos adolescentes e adotam um estilo de vida considerado negativo (n=21). Apos 12 meses de intervencao 04 adolescentes do G1 e 03 do G2 reduziram o percentil para IMC de ―obeso‖ para ―excesso de peso‖. Adolescentes de todos os grupos tornaram-se mais socialmente competentes segundo os pais, mas os do G2 apresentaram uma porcentagem maior de mudanca (33%, n=5). O numero de adolescentes considerados clinicos pelos pais em problemas de comportamento reduziu em todos os grupos, mas especialmente em G1 e G2. As praticas educativas parentais e o estilo de vida tornaram-se mais positivos apos a intervencao, mas nao indicaram diferencas estatisticamente significantes. Conclusoes. A intervencao psicologica para o desenvolvimento da competencia social traz beneficios para os adolescentes que participam de programas para prevencao e tratamento da obesidade, pois influenciam positivamente na aprendizagem de habilidades importantes para o funcionamento social, na adesao as atividades do programa e na manutencao dos resultados apos um ano de tratamento. Os pais devem ser incluidos nas acoes do programa de tratamento para evitar boicotes e auxiliar no desenvolvimento de seus filhos e na adesao as orientacoes. Palavras-chave: Adolescencia, Competencia social, Habilidades sociais, Intervencao psicologica, Obesidade, Relacao pais-filhos.
Palavra-chave Obesidade
Adolescente
Ajustamento social
Relações pai-filho
Perda de peso
Transtorno da conduta
Atividade motora
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 134 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 134 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22895

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta