Efeitos duradouros da privacao alimentar sobre a preferencia condicionada por lugar induzida por cocaina e etanol

Efeitos duradouros da privacao alimentar sobre a preferencia condicionada por lugar induzida por cocaina e etanol

Título alternativo Long-lasting effects of food deprivation on conditioning place preference induced by cocaine and ethanol: an ontogenic study
Autor Hollais, Andre Willian Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Efeitos duradouros da privacao alimentar sobre a preferencia condicionada por lugar induzida por cocaina e etanol: um estudo ontogenico Inumeras evidencias experimentais apontam para a existencia de correlacao positiva entre a exposicao a diferentes estimulos estressores e a maior vulnerabilidade a dependencia quimica. Sob o ponto de vista experimental, a necessidade de estressores que refletissem mais fidedignamente a condicao humana em modelos animais de laboratorio levou ao estudo de estressores como a privacao alimentar. Assim, tem sido demonstrado que a privacao alimentar seguida da exposicao a diferentes drogas de abuso e capaz de potencializar e/ou facilitar a dependencia quimica em modelos animais, que incluem a preferencia condicionada por lugar (CPP). Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos tardios da privacao alimentar diurna sobre a CPP induzida por cocaina ou etanol em camundongos recem-desmamados, adolescentes e adultos, bem como determinar se ha uma faixa do desenvolvimento ontogenico de maior vulnerabilidade aos efeitos estressores da privacao alimentar diurna. Para tanto, camundongos Swiss machos recem-desmamados, adolescentes e adultos foram privados de alimentacao diurna durante 4 dias. Passados 21 dias do termino da privacao alimentar, os animais foram condicionados a cocaina ou ao etanol e submetidos ao teste pos-condicionamento para avaliacao da CPP. Nossos resultados indicam que a privacao alimentar diurna foi capaz de promover efeito potencializador sobre a CPP induzida tanto pela cocaina como pelo etanol em camundongos recem-desmamados e adolescentes. Paralelamente, foi verificado efeito facilitador sobre a CPP em camundongos adultos privados de alimentacao e condicionados a cocaina. Por outro lado, camundongos adultos, independentemente de sua condicao alimentar previa, parecem ser mais sensiveis ao efeito recompensador do etanol. Tomados em conjunto, nossos resultados sugerem que a privacao alimentar diurna foi capaz de aumentar a vulnerabilidade aos efeitos recompensadores da cocaina ou do etanol em praticamente todos os intervalos de desenvolvimento ontogenico avaliados. Ainda, quase que indistintamente os resultados sugerem que o periodo de desmame e a adolescencia sao as faixas de desenvolvimento ontogenico de maior vulnerabilidade aos efeitos estressores da privacao alimentar diurna sobre a CPP induzida por cocaina ou etanol
Palavra-chave Animais
Transtornos da Alimentação
Cocaína
Etanol
Camundongos
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 148 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 148 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22874

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta