Papel da angiotensina II e angiotensina-(1-7) na proliferação e progressão do câncer de mama

Papel da angiotensina II e angiotensina-(1-7) na proliferação e progressão do câncer de mama

Título alternativo Role of angiotensin II and angiotensin-(1-7) in the proliferation and progression of breast cancer
Autor Santos, Cheryl Alecrim Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silva, Ismael Dale Cotrim Guerreiro da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (ginecologia) – São Paulo
Resumo Introdução: O cancer de mama e a neoplasia mais comum entre as mulheres, sendo responsavel por milhares de obitos anuais. Dentre os diversos mediadores que atuam no processo carcinogenico, os componentes do sistema renina-angiotensina tem assumido um papel relevante, destacando-se a angiotensina II (Ang II) e a angiotensina-(1-7) [Ang-(1-7)]. A Ang II e um peptideo vasoconstritor, com propriedades proliferativas e angiogenicas, que pode causar hiperplasia e hipertrofia em cardiomiocitos. A Ang-(1-7) e um heptapeptideo com acoes vasodilatadoras e antiproliferativas. Estudos recentes demonstraram que Ang-(1-7) e capaz de induzir apoptose em linhagens neoplasicas de pulmao. O objetivo deste estudo foi avaliar o papel da Ang II e Ang-(1-7) na proliferacao e progressao do cancer de mama. Metodos: Celulas de carcinoma ductal mamario (T47D) e celulas epiteliais mamarias normais (MCF-10A) foram tratadas com Ang II e Ang-(1-7) (10-6M) por diferentes periodos. A proliferacao celular foi determinada utilizando-se uma camara de Neubauer. A avaliacao da apoptose e distribuicao das celulas nas diferentes fases do ciclo celular foi realizada atraves de ensaios de citometria de fluxo. A expressao de 84 genes envolvidos na morte celular programada foi avaliada por meio de qPCR Array. Utilizou-se o programa MetaCore para identificar possiveis vias de sinalizacao para apoptose. Resultados: Ang II aumentou a proliferacao de celulas T47D e celulas MCF-10A (p<0.05), enquanto a Ang-(1-7) inibiu a proliferacao de celulas T47D (p<0.05). A Ang-(1-7) induziu a apoptose em celulas T47D (p<0.5), mas este efeito nao foi observado em celulas MCF-10A. Em celulas T47D, a Ang II alterou a expressao de aproximadamente 26% dos genes investigados, enquanto a Ang-(1-7) alterou a expressao de mais de 70% dos genes, sobretudo de genes pro-apoptoticos. O MetaCore identificou uma importante via de sinalizacao para apoptose envolvendo os genes cuja expressao foi fortemente alterada pela Ang-(1-7). Conclusoes: Em celulas mamarias normais e tumorais, a Ang II tem efeito proliferativo associado a inibicao de mecanismos apoptoticos. A Ang-(1-7), por sua vez, exerce efeitos opostos sendo capaz de estimular as vias extrinseca e intrinseca da apoptose em linhagem celular de carcinoma ductal mamario sem, entretanto, induzir efeitos citotoxicos nas celulas mamarias normais
Palavra-chave Humanos
Feminino
Neoplasias da Mama
Sistema Renina-Angiotensina
Angiotensina II
Proliferação de Células
Apoptose
Humanos
Feminino
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 61 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 61 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22865

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta