A imunoexpressao da Heparanase-2 no epitelio escamoso normal, nas neoplasias intra-epiteliais e no carcinoma espinocelular do colo uterino

A imunoexpressao da Heparanase-2 no epitelio escamoso normal, nas neoplasias intra-epiteliais e no carcinoma espinocelular do colo uterino

Título alternativo The immunohistochemical expression of heparanase-2 in normal squamous epithelium, squamous intraepithelial neoplasia, and invasive squamous cell carcinoma of the cervix
Autor Marques, Renato Moretti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A Heparanase-2 (HPSE2) e expressa em varios tecidos incluindo cerebro, intestino, prostata, mama e endometrio. O objetivo deste estudo foi investigar o papel da HPSE2 na carcinogenese cervical, que ainda nao foi esclarecido. Material e Metodos: A expressao imunoistoquimica da HPSE2 foi avaliada em epitelios escamosos normais e neoplasicos semiquantitativamente (SQ) e por quantificacao digital (Indice de Expressao) com o auxilio do Software Imagelab®. Resultados: 230 amostras de tecidos cervicais foram classificadas em Normal (27,4%), NIC 1 (15,2%), NIC 2 (16,5%), NIC 3 (15,2%) e CEC (25,7%). A media de imunoexpressao da HPSE2 do grupo Normal foi significantemente menor que os outros grupos conjunta ou isoladamente (p<0,001). Na avaliacao semiquantitativa (SQ) observou-se imunoexpressao significativamente maior no grupo NIC 3 quando comparado com NIC 1 (p=0,02). A media dos grupos das lesoes de alto grau (NIC 2/3) foi significantemente maior que o grupo Normal/NIC1 (p<0,001) e mostraram menor imunoexpressao quando comparados a neoplasia invasora (p<0,001). Nos 59 casos de CEC, nao houve diferenca estatisticamente significante da imunoexpressao da HPSE2 entre os diferentes estadios clinicos. Conclusoes: O metodo semiquantitativo apresentou maior sensibilidade e especificidade quando comparado ao indice de expressao. Observamos progressivo aumento da imunoexpressao da HSPE2 de acordo com a severidade da lesao cervical desde as lesoes de baixo grau ate o grupo das lesoes invasoras, enquanto que o grupo normal apresentou as mais baixas taxas de expressao. Este estudo e pioneiro na demonstracao da HSPE2 no colo uterino e na carcinogenese cervical
Palavra-chave Humanos
Feminino
Marcadores Biológicos
Matriz Extracelular
Neoplasias do Colo do Útero
Neoplasia Intraepitelial Cervical
Humanos
Feminino
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 61 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 61 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22834

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta