Efeito do consumo de dieta contendo 10 % de oligofrutose, com ou sem gordura vegetal hidrogenada, durante a gestacao e lactacao sobre o desenvolvimento e estado inflamatorio da prole com 21 dias de vida

Efeito do consumo de dieta contendo 10 % de oligofrutose, com ou sem gordura vegetal hidrogenada, durante a gestacao e lactacao sobre o desenvolvimento e estado inflamatorio da prole com 21 dias de vida

Título alternativo Effect of supplementation 10% oligofructose, with or without hydrogenated vegetable fat, during pregnancy and lactation on the development and pro-inflammatory state of offspring with 21 days
Autor Hachul, Ana Claudia Losinskas Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Previamente, nos demonstramos que a inGestão de acidos graxos trans durante a gestacao e lactacao causou um efeito pro-inflamatorio nos filhotes. O efeito oposto foi descrito para inGestão de prebiotico na gestacao. OBJETIVO: Avaliar os efeitos da inGestão de acidos graxos trans com a suplementacao de 10 % de oligofrutose durante a gestacao e lactacao, no desenvolvimento e estado inflamatorio da prole com 21 dias de vida. METODOS: No primeiro dia da gestacao as ratas foram divididas em quarto grupos: dieta controle (C); dieta controle suplementada com oligofrutose (CF); dieta enriquecida com acido graxo trans (T) e dieta enriquecida com acido graxo trans e suplementada com oligofrutose (TF). Durante a lactacao os filhotes foram pesados e medidos semanalmente, aos 21 dias foram sacrificados por decapitacao. O soro foi coletado para analise de glicose, insulina e adiponectina. O tecido adiposo retroperitoneal (RET), o musculo soleo e extensor dos dedos longos (EDL), e o figado foram coletados para o calculo do peso relativo e quantificacao de citocinas por ELISA. As carcacas foram armazenadas para a extracao da gordura e proteina. RESULTADOS: Os resultados foram apresentados com media ± erro padrao e a analise estatistica foi realizada usando ANOVA de duas vias e considerado significante com p < 0.05. Os filhotes dos grupos CF e TF apresentaram menor peso corporal, menor comprimento, menor peso relativo do EDL e menor concentracao de adiponectina em relacao ao grupo C. Os filhotes do grupo CF apresentaram menor ganho de peso, com menor conteudo de gordura na carcaca, seguido de menor peso relativo do RET e maior concentracao de IL-10 e TNF-&#945; no figado, e os filhotes do grupo TF apresentaram maior concentracao de IL-6 e TNF-&#945; no RET quando comparados ao grupo C. CONCLUSAO: A suplementacao das maes com 10% de oligofrutose, durante a gestacao e lactacao, independente da inGestão de gordura vegetal hidrogenada, afeta o desenvolvimento dos filhotes e contribui para o desenvolvimento de um estado proinflamatorio da prole com 21 dias de vida
Palavra-chave Animais
Frutose
Ácidos Graxos Trans
Citocinas
Gravidez
Lactação
Ratos
Animais
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 62 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 62 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22819

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta