Progressão da hiperfrofia ventricular esquerda na doença renal crônica : comparação entre pacientes em hemodiálise peritoneal

Progressão da hiperfrofia ventricular esquerda na doença renal crônica : comparação entre pacientes em hemodiálise peritoneal

Título alternativo Progression of left ventricular hypertrophy in End Stage Renal Disease: Comparison between hemodialysis and peritoneal dialysis patients
Autor Pegas, Jean Carlo Rodriguez Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Canziani, Maria Eugênia Fernandes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (Nefrologia) – São Paulo
Resumo A hipertrofia ventricular esquerda (HVE) e altamente prevalente em pacientes com doenca renal cronica (DRC) e tem sido associada com aumento da taxa de complicacoes cardiovasculares e morte. Os doentes em hemodialise (HD) e aqueles em dialise peritoneal (DP) sao expostos a uma serie de fatores de risco cardiovasculares que podem contribuir de forma diferente para a progressao da HVE. O presente estudo teve como objetivo comparar a progressao da HVE e seus fatores de risco associados entre pacientes em HD e DP. Este e um estudo retrospectivo que avaliou 79 pacientes em HD e 43 em DP, na Unidade de Dialise da Universidade Federal de São Paulo, Brasil. Pacientes com pelo menos dois ecocardiogramas registrados 2006-2010 foram incluidos. O indice de massa do ventriculo esquerdo (IMVE) foi calculado dividindo-se a massa ventricular esquerda pela altura, e a progressao da HVE foi considerada quando a diferenca entre os IMVE do primeiro e ultimo ecocardiograma ajustada pelo intervalo de tempo em meses, foi maior do que zero. No inicio do estudo, os pacientes em HD exibiram maiores parametros do ecocardiograma quando comparado com pacientes em DP [diametro diastolico do ventriculo esquerdo 49,1 ± 5,2 vs 46,2 ± 5,0 mm (p = 0,003), diametro sistolico do ventriculo esquerdo de 32,8 ± 5,4 vs 30,1 ± 4,0 mm (p = 0,006), e massa ventricular esquerda 234 ± 84,5 vs 204,5 ± 58.0g (p = 0,04)]. Os IMVE aumentaram em ambos os grupos [HD 0,94 (0,07-5,64) e DP 0,97 (0,03-3,41) g/m2/mes, p = 0,18]. A progressao da HVE foi observada em 49% dos pacientes em HD e 42% daqueles em DP (p = 0,31). A progressao da HVE foi semelhante entre os pacientes em HD e DP

Left ventricular hypertrophy (LVH) is highly prevalent in end-stage renal disease (ESRD) patients and it has been associated with increased rate of cardiovascular complications and death. Patients on hemodialysis (HD) and those on peritoneal dialysis (PD) are exposed to a number of cardiovascular risk factors that may contribute differently to the progression of LVH. The present study aimed to compare the LVH progression and its associated risk factors between HD and PD patients. This is a retrospective study that evaluated 79 HD and 43 DP patients treated at the Dialysis Unit of the Federal University of São Paulo, Brazil. Patients with at least two echocardiograms registered from 2006 to 2010 were included. The left ventricular mass index (LVMI) was calculated by dividing left ventricular mass by height, and the progression of LVH was considered when LVMI difference between the first and final echocardiography tests adjusted by the time interval in months was higher than zero. At baseline, HD patients exhibited increased echocardiogram parameters when compared to PD patients [left ventricular diastolic diameter 49.1±5.2 vs 46.2±5.0mm (p=0.003); left ventricular systolic diameter 32.8±5.4 vs 30.1±4.0mm (p=0.006); and left ventricular mass 234±84.5 vs 204.5±58.0g (p=0.04)]. LVMI increased similarly in both groups [HD 0.94 (0.07-5.64) and PD 0.97 (0.03-3.41) g/m2 /months, p=0.18]. The progression of LVH was observed in 49% of HD and 42% of DP patients (p=0.31). The progression of LVH was similar between HD and PD patients.
Palavra-chave Humanos
Hipertrofia Ventricular Esquerda
Progressão da Doença
Insuficiência Renal Crônica
Diálise Renal
Diálise Peritoneal
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em PEGAS, Jean Carlo Rodriguez. Progressão da hiperfrofia ventricular esquerda na doença renal crônica : comparação entre pacientes em hemodiálise peritoneal. 2013, 103 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 95 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22807

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13999.pdf
Tamanho: 1.463MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta