Avaliacao de volumes e capacidades pulmonares e forca muscular respiratoria no pos-operatorio de cirurgias da coluna cervical e toracica

Mostrar registro simples

dc.contributor.author Oliveira, Marcio Aparecido de [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:46:13Z
dc.date.available 2015-12-06T23:46:13Z
dc.date.issued 2011
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2011. 109 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22793
dc.description.abstract Introdução: A reducao dos volumes e capacidades pulmonares e da forca da musculatura respiratoria ocorridas nas cirurgias toracicas e abdominais tambem ocorrem nas craniotomias e nas cirurgias da coluna vertebral para correcao de henia de disco e tumores. Estes prejuizos na funcao pulmonar e na musculatura respiratoria aumentam a incidencia de complicacoes pulmonares. Diferencas anatomicas e fisiologicas entre as regioes cervical e toracica poderiam gerar respostas diferentes na funcao pulmonar de pacientes submetidos a laminectomia exigindo intervencoes terapeuticas e preventivas, especificas e individualizadas no periodo pos-operatorio (PO). Objetivo: Avaliar e quantificar os volumes e capacidades pulmonares e pressoes inspiratorias e expiratorias maximas em pacientes submetidos a cirurgia de hernia discal e tumor de coluna cervical e toracica. Materiais e Metodos: Foram avaliados 63 pacientes submetidos a laminectomia com diagnostico de tumor ou hernia de disco. As cirurgias na regiao lombar foram incluidas no grupo controle. Foram avaliados no pre-operatorio, 1º e 2º dias PO sendo realizadas medidas de capacidade vital (CV), volume corrente (VC), volume minuto (VM), frequencia respiratoria (f), pressao inspiratoria maxima (PImax) e expiratoria maxima (PEmax). Foram investigadas possiveis associacoes entre os parametros avaliados e tempo de cirurgia, habito tabagistico e diagnostico cirurgico. Resultados: Houve reducao da CV em 17,7% e 11,3% e da PImax em 52,8% e 51,7% no 1º e 2º PO respectivamente (p<0,05) e da PEmax no 1º PO em 15,8% (p=0,004); A CV teve reducao de 26,2% e 21,9% (1º e 2º PO respectivamente) nas cirurgias toracicas, com reducao significativa em relacao ao grupo controle e nas cirurgias por tumor. Houve reducao da PEmax (p<0,05) tanto em cirurgias cervicais quanto toracicas em relacao ao grupo controle e relacionadas ao diagnostico de hernia de disco.APImax teve reducao no 1º PO em cirurgias com tempo &#8805; 4 horas (p=0,041); A incidencia de complicacoes pulmonares foi de 3,6%. Conclusoes: Ocorreu aumento da f, reducao da CV, da PImax e da PEmax no pos-operatorio de pacientes submetidos a laminectomia. As cirurgias na regiao toracica tiveram maior reducao CV e PImax em relacao a cervical e grupo controle, associado ao diagnostico de tumor e tempo cirurgico igual ou superior a 4 horas. A manipulacao cirurgica da regiao toracica parece ter maior influencia na funcao pulmonar e acao muscular respiratoria pt
dc.format.extent 109 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Humanos pt
dc.subject Neurocirurgia pt
dc.subject Período Pós-Operatório pt
dc.subject Capacidade Vital pt
dc.subject Músculos Respiratórios pt
dc.subject Coluna Vertebral pt
dc.title Avaliacao de volumes e capacidades pulmonares e forca muscular respiratoria no pos-operatorio de cirurgias da coluna cervical e toracica pt
dc.title.alternative Evaluation of pulmonary volumes and capacities and respiratory muscle strength in the postoperative spinal surgery of cervical and thoracic en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-3101117161964.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina, Programa de Pós-graduação em Pneumologia pt
dc.subject.decs Humanos pt



Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples