Estudo da atividade proteolitica e inibicao de peptidases do Plasmodium falciparum e Plasmodium chabaudi

Estudo da atividade proteolitica e inibicao de peptidases do Plasmodium falciparum e Plasmodium chabaudi

Título alternativo Study of proteolytic activity and inhibition of peptidases Plasmodium falciparum and Plasmodium chabaudi
Autor Melo, Pollyana Maria Saud Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A malaria e uma doenca parasitaria que afeta milhoes de pessoas todos os anos, segundo a Organizacao Mundial de Saúde. Alem de ser uma doenca responsavel por altos indices de morbidade e mortalidade, e tambem um problema socioeconomico mundial, sendo que 50% da populacao mundial esta sobre risco de contrair a infeccao. O parasita em seu complexo ciclo de vida passa por um hospedeiro invertebrado e um hospedeiro vertebrado. Neste ultimo, o seu ciclo intra-eritrocitico leva ao desequilibrio do seu hospedeiro, alterando a hemodinamica, a coagulacao e o sistema inflamatorio. A analise do genoma de Plasmodium falciparum permitiu a identificacao de 90 diferentes proteases que estao envolvidas em inumeros processos como degradacao da hemoglobina, invasao e egresso dos eritrocitos. Apesar de se conhecer bem o envolvimento destas enzimas neste processo de degradacao o papel dessas proteases na degradacao de outras proteinas do hospedeiro e pouco explorado. Uma possivel funcao destas enzimas e atuar com o hospedeiro na tentativa de minimizar o desequilibrio gerado pela infeccao e aumentar a sobrevivencia do parasita. Dentre as proteinas plasmaticas, o plasminogenio participa nos processos de coagulacao, angiogenese e inflamacao, a partir da geracao de plasmina e angiostatina resultantes da hidrolise por diversas proteases ou ativadores do plasminogenio. Este novo aspecto sobre a interacao parasita-hospedeiro e um dos objetos de estudo da presente tese. Usando diferentes metodos bioquimicos observamos que o plasminogenio e hidrolisado por P.falciparum, P. chabaudi e falcipainas recombinantes (cisteino - proteases do P. falciparum). O processamento de plasminogenio pelos parasitas gerou peptideos angiostaticos que inibiram a angiogenese e foram capazes de aumentar a concentracao de calcio citoplasmatico em celulas endoteliais umbilicais humanas (HUVEC), funcoes previamente descritas para a angiostatina. Ainda na presente tese estudamos a acao inibitoria das cistatinas recombinantes de cana-de-acucar (canacitatinas CaneCPI-1, CaneCPI-2, CaneCPI-3, CaneCPI-4 e CaneCPI-4 TAT) sobre as cisteino-proteases do Plasmodium. Estas cistatinas foram testadas como possiveis candidatas a novas drogas, com a capacidade de inibir as cisteino-proteases do parasita
Palavra-chave Humanos
Malária
Peptídeo Hidrolases
Plasmodium falciparum
Plasmodium chabaudi
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 82 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 82 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22785

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta