Avaliação morfoquantitativa e funcional do rim de ratos diabéticos submetidos ao treinamento físico e insulinoterapia.

Avaliação morfoquantitativa e funcional do rim de ratos diabéticos submetidos ao treinamento físico e insulinoterapia.

Título alternativo Morphoquantitative and functional evaluation of kidney of diabetic rats subjected to physical training and insulin therapy
Autor Silva, Andrea Almeida Pinto da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Coppi, Antonio Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Biologia estrutural e funcional – São Paulo
Resumo O Diabetes Mellitus (DM) pode ser definido como uma disfuncao metabolica complexa, causada pela defiCiência das ilhotas pancreaticas em produzir a insulina ou por disturbios na acao da mesma sobre os tecidos-alvos. No DM-1 ocorre a destruicao autoimune das celulas beta do pancreas. A Nefropatia Diabetica (ND) e a maior causa de morbidade e mortalidade em pacientes com DM-1, afetando um terco dos mesmos. Trata-se de uma disfuncao progressiva caracterizada por anormalidades morfoestruturais. Sendo assim, a presente pesquisa objetivou avaliar a estrutura renal de ratos diabeticos induzidos por Estreptozotocina (STZ) e submetidos a tres tipos de tratamento: exercicio fisico, terapia com insulina e exercicio fisico associado a administracao de insulina. Para tanto foram utilizados 6 grupos experimentais com 5 animais cada: Saudavel sem tratamento (SS), Saudavel treinado (ST), Diabetico Sedentario (DS), Diabetico Treinado (DT), Diabetico tratado com insulina (DI) e Diabetico treinado e tratado com Insulina (DIT). Foram avaliados parametros bioquimicos (perfil lipidico, glicose, insulina peptideo-C, IGF-1 sericos); parametros hemodinamicos (PAM e FC); Parametros hemogasometricos (pH, PO2, PCO2, CO2); Parametros Morfoquantitativos (Volume renal, Numero total de glomerulos, Densidade de volume glomerular, Volume glomerular total e Volume medio dos glomerulos) e Analise Cromatografica do Parenquima renal (Ang I, Ang II e Ang 1-7). Tendo em vista os metodos empregados e os resultados obtidos, foi possivel concluir o que se segue: (i) A terapia com insulina, associada ou nao ao exercicio fisico reverteu a dificuldade de ganho de peso apresentada pelos animais do grupo diabetico sem tratamento (DS); (ii) O exercicio fisico e a terapia com insulina, quando isolados, atuaram igualmente nos parametros hemodinamicos revertendo as alteracoes causadas pelo DM-1 (bradicardia nos animais do grupo diabetico sem tratamento); (iii) O DM-1 causou hipertrofia do cortex, da medula e do rim. O aumento do volume cortical foi revertido pela terapia com insulina associada ou nao ao exercicio fisico. O aumento do volume medular nao foi revertido por nenhum dos tratamentos empregados. O aumento do volume do rim so foi revertido pela terapia com insulina quando a mesma esteve associada ao exercicio fisico; (iv) O aumento no volume glomerular totalu causado pelo DM-1- foi revertido pela terapia com insulina associada ou nao ao exercicio fisico
Palavra-chave Diabetes Mellitus
Contagem de Células
Rim
Modelos Animais
Exercício
Ratos Wistar
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 93 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 93 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22715

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta