Identificação de proteínas plasmáticas e de componentes proteicos e lipídicos na parede celular de dois isolados geneticamente distintos de Paracoccidioides brasiliensis

Identificação de proteínas plasmáticas e de componentes proteicos e lipídicos na parede celular de dois isolados geneticamente distintos de Paracoccidioides brasiliensis

Título alternativo Identification of plasmatic proteins and proteic and lipidic components of the cell wall from two genetically distinct isolates from Paracoccidioides brasiliensis
Autor Longo, Larissa Valle Guilhen Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Puccia, Rosana Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Microbiologia e Imunologia – São Paulo
Resumo Os componentes da parede celular sao os principais responsaveis pela interacao fungo-hospedeiro. A tese apresentada mostra a caracterizacao proteica e lipidica da parede celular dos isolados Pb3 e Pb18 de P. brasiliensis, que pertencem a grupos filogeneticos diferentes e provocam um perfil distinto de infeccao em modelo murino. Proteinas plasmaticas aderidas a parede celular do isolado Pb3, menos virulento,tambem foram identificadas, sendo que aquelas relacionadas com transporte, ativacao/regulacao do sistema complemento e coagulacao foram as mais abundantes. A interacao de muitas delas com componentes fungicos, como por exemplo clusterina, hemopexina, transtiretina, ceruloplasmina, alfa-1-antitripsina, apolipoproteina A-1 e apolipoproteina B-100, foi relatada pela primeira vez. A incubacao de leveduras com plasma aumentou sua internalizacao em ensaio de fagocitose in vitro, ressaltando a importancia do plasma na relacao patogeno-hospedeiro. A analise dos componentes lipidicos da parede celular foi realizada em leveduras de Pb3 e Pb18 cultivadas na presenca ou ausencia de plasma humano. Foram identificadas 49 (Pb3) e 38 (Pb18)especies de fosfolipideos de diversas classes. Os acidos graxos C18:1 e C18:2 foram mais abundantes, e C18:2 predominou em Pb18 em relacao a Pb3. Brassicasterol foi o esterol predominante em ambos os isolados, e a presenca de plasma no meio de cultura aumentou sua abundancia, principalmente em Pb3. Hex-C18:0-OH/dC19:2-Cer foi a principal monohexosilceramida identificada em ambos os isolados. A composicao proteica da parede celular de Pb3 e Pb18 em ambas as fases morfologicas foi analisada por cromatografia liquida acoplada a espectrometria de massas (LC-MS/MS) e 208 (Pb3 micelio), 164 (Pb3 levedura), 148 (Pb18 micelio), e 239 (Pb18 levedura) proteinas foram identificadas e classificadas em categorias funcionais. Entre as 132 proteinas identificadas somente na fase leveduriforme, 92 tambem foram exclusivas de Pb18, muitas delas com potencial papel na interacao parasita-hospedeiro. 80% das proteinas foram classificadas como secretadas e 60% apresentaram ortologos em vesiculas extracelulares de fungos, sugerindo a participacao dessas estruturas na composicao da parede celular. Adicionalmente, uma mini-revisao e um capitulo de livro foram escritos agrupando as informacoes existentes sobre a parede celular de P. brasiliensis. Acreditamos que esta analise comparativa entre dois isolados de P. brasiliensis com perfis de virulencia distintos ajudara a esclarecer o papel das proteinas plasmaticas e dos componentes proteicos e lipidicos da parede celular na interacao fungo-hospedeiro
Palavra-chave Paracoccidioides
Parede Celular
Proteoma
Plasma
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2013
Publicado em LONGO, Larissa Valle Guilhen. Identificação de proteínas plasmáticas e de componentes proteicos e lipídicos na parede celular de dois isolados geneticamente distintos de Paracoccidioides brasiliensis. 2013. 238 f. Dissertação (Doutorado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 238 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22714

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13907.pdf
Tamanho: 8.878MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta