Análise anátomo-fisiológica da faringe, esfincter superior do esôfago e esôfago proximal em voluntários assintomáticos com manometria de alta resolução

Análise anátomo-fisiológica da faringe, esfincter superior do esôfago e esôfago proximal em voluntários assintomáticos com manometria de alta resolução

Título alternativo Anatomo-physiology of the pharyngo-upper esophageal area in volunteers at the light of high resolution manometry: defining normal values
Autor Silva, Luciana Cristina da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Fernandes, Fernando Augusto Mardiros Herbella Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A fisiologia motora da faringe, esfincter superior do esofago (ESE) e esofago proximal e ainda pouco compreendida. Trata-se de estruturas compostas por musculatura estriada, com peculiaridades anatomicas e fisiologicas que dificultam o estudo adequado da motilidade com as tecnologias tradicionalmente disponiveis. A manometria de alta resolucao (MAR) possui caracteristicas que a tornam mais adequada para o estudo do segmento proxima do sistema digestorio. Objetivo: Avaliar em voluntarios assintomaticos estudados pela MAR: (1) a correlacao anatomo-funcional da faringe e (2) os valores de normalidade para os parametros manometricos da faringe, ESE e esofago proximal. Metodo: Foram estudados com a MAR 40 voluntarios assintomaticos (50% homens, mediana de idade 27 anos). Quatorze desses individuos tambem foram submetidos a nasofibroscopia. Resultados: A pressao maxima, tempo de ascensao, tempo de recuperacao e duracao da contracao foram, respectivamente:128 (100 - 164) mmHg, 197 (169 - 268) ms, 385 (285 - 465) ms e 604 (544-626) ms no veu palatino; e 116 (97 -139) mmHg, 128 (100-156) ms, 194 (148 - 219) ms e 336 (267-386) ms na topografia da epiglote. Para o ESE, encontramos extensao, pressao basal, pressao residual e duracao do relaxamento de 3 (2,6-3,6) cm, 76 (58-109) mmHg, 4,4 (1,2-6,9) mmHg e 678 (636-757) ms, respectivamente. No esofago proximal as amplitudes de onda 2, 4 e 6 cm abaixo ponto medio do ESE foram 72 (53-97) mmHg, 56 (42-76) mmHg e 48 (35 -59), respectivamente. Conclusoes: Foram estabelecidos valores de normalidade que poderao contribuir para estudos futuros
Palavra-chave Humanos
Manometria
Músculo Estriado
Faringe
Esfíncter Esofágico Superior
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 57 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 57 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22712

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta