Avaliação de um sistema de vigilância automatizado para detecção de infecção de sítio cirúrgico em artroplastias de quadril e de joelho

Avaliação de um sistema de vigilância automatizado para detecção de infecção de sítio cirúrgico em artroplastias de quadril e de joelho

Alternative title Assessment of an automated surveillance system to detect surgical site infection after hip and knee replacement
Author Perdiz, Luciana Baria Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo de Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract Introdução: A vigilancia de infeccao de sitio cirurgico convencional requer um tempo excessivo para revisao dos prontuarios medicos pelo controlador de infeccao e e subjetiva devido a variabilidade do observador. Esse fato tem impulsionado o desenvolvimento de estrategias alternativas de vigilancia. Objetivo: avaliar a metodologia de vigilancia automatizada, baseada em codigo diagnostico de infeccao, utilizacao de antimicrobianos e reinternacao hospitalar na deteccao de infeccao de sitio cirurgico apos procedimentos de artroplastia de quadril e de joelho. Metodologia: Foi realizado um estudo coorte retrospectivo, no Brigham and WomenÆs Hospital, hospital universitario da Harvard Medical School, EUA, no periodo de 01 de outubro de 2007 a 30 de junho de 2009, para avaliar a eficacia do uso do codigo diagnostico do International Classification of Diseases, Ninth Revision, Clinical Modification, na identificacao de pacientes com infeccao de sitio cirurgico em artroplastia nao primaria de quadril e de joelho. Tambem aplicamos a metodologia no Hospital São Paulo, hospital universitario da Escola Paulista de Medicina, UNIFESP, Brasil, no periodo de 01 de janeiro de 2009 a 28 de fevereiro de 2012 para avaliar uso do codigo diagnostico do International Classification of Diseases, Tenth Revision na deteccao de infeccao de sitio cirurgico em artroplastia primaria de quadril e de joelho. Resultados: A utilizacao do codigo diagnostico International Classification of Diseases, Ninth Revision, Clinical Modification demonstrou um aumento na identificacao de infeccao de sitio cirurgico, na sensibilidade e no valor preditivo positivo, quando comparado com a vigilancia de rotina, em artroplastia nao primaria de quadril: 3% vs 1,7%, 100% vs 55% e 90% vs 83%, respectivamente, e demonstrou um aumento na identificacao de infeccao de sitio cirurgico e na sensibilidade em artroplastia nao-primaria de joelho: 3,5% vs 2,6% e 85% vs 75%, respectivamente. O codigo diagnostico International Classification of Diseases, Tenth Revision tambem demonstrou uma melhor eficacia que a vigilancia de rotina, na deteccao de infeccao de sitio cirurgico, na sensibilidade e no valor preditivo negativo em artroplastia primaria de quadril: 4% vs 2.7%, 87.5% vs 62.5% e 99.4% vs. 98.3%, respectivamente. Em artroplastia de joelho obtivemos resultados similares: 8.8% vs 3.9%, 100% vs 44.4% e 100% vs. 94.9%, respectivamente. A utilizacao do codigo diagnostico combinado com outros criterios, como utilizacao de antimicrobianos ou readmissao hospitalar nao demonstrou uma melhor eficacia quando comparado com o uso do codigo diagnostico isoladamente. Conclusao: Este estudo permitiu concluir que a vigilancia automatizada, utilizando codigos diagnosticos de infeccao, isoladamente ou em combinacao com criterio de uso de antimicrobianos e/ou readmissao hospitalar foi um metodo util e complementar aos metodos tradicionais de vigilancia de infeccoes hospitalares
Keywords Humanos
Artroplastia de quadril
Artroplastia do joelho
Infecção da ferida operatória
Infecção hospitalar
Controle de infecções
Humanos
Language Portuguese
Date 2013
Published in São Paulo: [s.n.], 2013. 98 p.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 98 p.
Access rights Closed access
Type Thesis
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22674

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account