O impacto da adenoamigdalectomia nas funções cognitivas em crianças com distúrbios respiratórios do sono

O impacto da adenoamigdalectomia nas funções cognitivas em crianças com distúrbios respiratórios do sono

Título alternativo Impact of adenotonsillectomy upon cognitive functions in children with respiratory sleep disorders: a long term follow up
Autor Uema, Sandra Fumi Hamasaki Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pignatari, Shirley Shizue Nagata Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar o impacto da adenoamigdalectomia no desempenho da atencao, memoria e aprendizagem em criancas com disturbios respiratorios do sono apos 5 anos de seguimento. Metodo: Foram avaliadas inicialmente 81 criancas, respiradoras orais de ambos os sexos, idade entre 6 e 12 anos, atraves de polissonografia, audiometria e imitanciometria, teste de aprendizagem (Rey Auditory Verbal Learning Test u teste de Rey) e testes cognitivos (Digitos e Codigos u subtestes do Wechsler Intelligence Scale for Children III, Cancelamento de Letras e de Simbolos). As criancas com disturbios respiratorios do sono e hipertrofia adenoamigdaliana com indicacao cirurgica de adenoamigdalectomia foram encaminhadas para a cirurgia e apos cinco anos de seguimento, 43 criancas permaneceram no estudo. Os pacientes foram divididos em tres grupos: grupo Ronco Primario (n=19), grupo Sindrome da Apneia Obstrutiva do Sono (n=14) e grupo Controle (n=10). Todas as criancas realizaram novamente a polissonografia, audiometria e imitanciometria e foram reavaliadas atraves dos mesmos testes cognitivos. Resultados: Na avaliacao inicial do teste de Rey, o grupo Ronco Primario e Sindrome da Apneia Obstrutiva do Sono apresentaram pior desempenho na aprendizagem em relacao ao grupo Controle. Apos a adenoamigdalectomia, o desempenho do grupo Ronco Primario foi melhor em todas as passagens do teste, quando se compararam as medias antes e apos a cirurgia em relacao ao grupo Controle: A1 (p=0,000), A2 (p= 0,000), A3 (p=0,000), A4 (p=0,000), A5 (p=0,000), At1 (p=0,000), B (p=0,019), A6 (p=0,000), A7(p=0,000) e R (p=0,000). O grupo Sindrome de Apneia Obstrutiva do Sono tambem apresentou melhor desempenho nas passagens A1 (p=0,001), A2 (p=0,000), A3 (p=0,000), A4 (p=0,001), A5 (p=0,001), At1(p=0,000), A6(p=0,002), A7 (p= 0,002) quando se compararam as medias antes e apos a cirurgia em relacao ao grupo Controle. Conclusao: Criancas com disturbios respiratorios do sono e alteracoes cognitivas apresentam melhora apos a adenoamigdalectomia no desempenho da memoria imediata e aprendizagem e no desempenho da atencao, em alguns testes atencionais
Palavra-chave Humanos
Criança
Tonsilectomia
Adenoidectomia
Cognição
Transtornos do Sono
Seguimentos
Humans
Child
Tonsillectomy
Adenoidectomy
Cognition
Sleep Disorders
Follow-Up Studies
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 112 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 112 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22664

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta