Efeitos da isoflavona na expressão dos genes β2umicroglobulina, fator de crescimento vasculo-endotelial e citocromo-c oxidase na bexiga e na uretra de ratas

Efeitos da isoflavona na expressão dos genes β2umicroglobulina, fator de crescimento vasculo-endotelial e citocromo-c oxidase na bexiga e na uretra de ratas

Título alternativo Effects of the isoflavone on β2-microglobulin, vascular endothelial growth factor and cytochrome-c oxidase I genes expression in the bladder and in the urethra of rats
Autor Sampaio, Maria Dione Dutra Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Determinar o efeito da isoflavona de soja na expressao dos genes β2-microglobulina (β2-M), fator de crescimento vasculo-endotelial (VEGF) e citocromo-c oxidase I (COX I) na bexiga e na uretra de ratas adultas castradas. Metodos: Foram utilizadas 45 ratas virgens (Rattus novergicus albinus, Rodentia, Mammalia), alimentadas com racao livre de soja, divididas em tres grupos: Grupo I - castrada sem tratamento (N=15), receberam somente o veiculo propilenoglicol, sendo sacrificadas apos 30 dias da castracao; Grupo II − castradas que receberam isoflavona de soja por meio de gavagem, na dose de 125 μg/g de peso corporal, por dia, a partir do 5º dia da castracao, sendo sacrificadas apos 30 dias de tratamento; Grupo III − castradas que receberam isoflavona de soja por meio de gavagem, na dose de 125 μg/g de peso corporal por dia, iniciada no 28º dia apos a castracao, sacrificadas apos 30 dias de tratamento. Resultados: Houve aumento da expressao do gene VEGF somente no grupo que recebeu isoflavona numa fase precoce do hipoestrogenismo (apos 5 dias da castracao). A expressao do gene VEGF no grupo de ratas castradas que iniciou o tratamento em fase tardia do hipoestrogenismo (apos 28 dias da castracao), nao mostrou alteracao. O gene β2-microglobulina revelou discreto aumento de expressao no dois grupos, enquanto o gene citocromo-c oxidase I nao alterou sua expressao em nenhum dos grupos. Conclusao: A isoflavona determinou discreto aumento da expressao do gene β2-microglobulina e nao alterou a expressao do citocromo-c oxidase I. Houve aumento da expressao do VEGF na bexiga e na uretra das ratas que iniciaram a administracao de isoflavona em fase precoce de deprivacao estrogenica, fato que nao se repetiu nas ratas que comecaram o uso de isoflavona apos um periodo maior de deprivacao dos esteroides sexuais, mantendo-se no mesmo nivel das ratas castradas sem tratamento. Portanto, o gene VEGF seria modulado pela isoflavona
Palavra-chave Animais
Isoflavonas
Receptor 1 de fatores de crescimento do endotélio vascular
Complexo IV da cadeia de transporte de elétrons
Microglobulina-2 beta
Sistema urinário
Ratos
Fator A de crescimento do endotélio vascular
Complexo IV da cadeia de transporte de elétrons
Idioma Português
Data de publicação 2006
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2006. 103 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 103 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22659

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta