Caracterização fenotípica e molecular de Staphylococcus epidermidis isolados de infecções oculares

Caracterização fenotípica e molecular de Staphylococcus epidermidis isolados de infecções oculares

Título alternativo Phenotypic and molecular characterization of Staphylococcus epidermidis isolates from ocular infections
Autor Bispo, Paulo José Martins Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pignatari, Antonio Carlos Campos Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Staphylococcus epidermidis e um importante agente causador de endoftaltmite bacteriana, especialmente pos-operatoria, e ceratite bacteriana em pacientes que apresentam fatores de risco. O aumento da resistencia aos antimicrobianos, especialmente para as fluoroquinolonas, associado a capacidade de formacao de biofilme dificulta a prevencao e tratamento de infeccoes oculares causadas por S. epidermidis. O controle da expressao de virulencia e de mecanismos adaptativos que protegem S. epidermidis da acao do sistema imunologico e exercido pelo sistema de quorum sensing chamado agr (accessory gene regulator). O agr e um locus polimorfico, com 3 tipos diferentes encontrados em S. epidermidis. Correlacao entre diferente tipos de agr e determinado tipo de infeccao, bem como a associacao com sensibilidade reducida aos glicopeptideos tem sido demonstrada. No presente trabalho, apresentaremos 5 estudos que objetivaram a caracterizacao da emergencia de resistencia antimicrobiana em S. epidermidis isolados de infeccoes oculares e a epidemiologia molecular de isolados produtores de biofilme e resistente aos antimicrobianos. Estudo 1: Esse estudo foi realizado para documentar a emergencia de resistencias as 8-metoxifluoroquinolonas entre isolados de S. epidermidis sensiveis a meticilina (MSSE) isolados de endoftalmites. Entre 2005 e 2010 foram isolados 38 MSSE de endoftalmites, incluindo 15 (39.5%) resistentes as 8-metoxifluoroquinolonas. Os resultados desse estudo sugerem que o uso topico profilatico de gatifloxacina e moxifloxacina foi provavelmente associado com a selecao de MSSE possuindo multiplas mutacoes no QRDR dos genes gyrA e parC que resultaram em resistencia de baixo e alto nivel para essas novas fluoroquinolonas. Estudo 2: Nesse estudo foi investigada a ocorrencia de genes relacionados a formacao de biofilme (atlE, icaAD, aap, bhp e IS256) e a formacao de biofilme utilizando 65 amostras de S. epidermidis isoladas de endoftalmite e determinada a influencia dos tipo de locus agr e da resistencia aos antimicrobianos na distribuicao desses marcadores de virulencia. Houve difereca significativa na ocorrencia dos genes icaAD e sequencia de insercao IS256 de acordo com os tipo de de agr. Alem disso, a frequencia de todos os genes estudados foi maior em isolados resistentes aos antimicrobianos. A formacao de biofilme nessa colecao de isolados foi frequente e resultou de mecanismos dependentes ou independentes do locus ica, de acordo com o tipo de agr. A correlacao entre resistencia aos antimicrobianos, principalmente para ciprofloxacina, e aumento da presence de genes realcionados a formacao de biofilmes pode contribuir para a maior patogenicidade de S. epidermidis isolados de endoftalmite. Esses resultados sugerem que o uso topico de fluoroquinolonas para profilaxia pode representar uma forte pressao seletiva para virulencia em complemento a resistencia antibiotica. Estudo 3: Nesse estudo a distribuicao dos tipos de locus agr e o impacto de grupos especificos na ocorrencia de genes realcionados a formacao de biofilme e resistencia aos antimicrobianos foi determinadas para 85 S. epidermidis isolados de ceratites e endoftalmites. Os resultados desse estudo demonstraram que existe especificidade de grupos agr entre S. epidermidis oculares a que o polimorfismo do locus agr de alguma forma influencia a ocorrencia diferencial de genes relacionados a formacao de biofilme e perfil de resistencia aos antimicrobianos. Estudo 4: Nesse estudo, a epidemiologia molecular de 30 S. epidermidis resistentes a meticilina (MRSE) isolados de ceratite e endoftalmite foi estudada utilizando a tecnica de MLST (multilocus sequence typing). Resistencia aos antimicrobianos, tipagem do locus agr e SCCmec (staphylococcal cassette chromosome mec) e a ocorrencia de genes relacionados a formacao de biofilme foram correlacionados aos complexos clonais obtidos por MLST. Nossos resultados demonstraram o predominio de um cluster de MRSE especifico causando infeccoes oculares (CC2-II), o qual foi associado a altos niveis de resistencia aos antimicrobianos, principalmente para as fluoroquinolonas, e a presenca de genes resposaveis pela formacao de biofilme por via proteica. Estudo 5: Foi investigada a frequencia de Staphylococcus spp. isolados de endoftalmite com fenotipo de resistencia intermediaria heterogenea a vancomicina (hVIS). No total, 22 isolados de 121 isolados (18,2%) com sensibilidade reduzida a vancomicina foram detectados pela traigem em agar com 4 μg/ml de vancomicina. Utilizando o metodo de analise populacional (PAP-AUC), a prevalencia de hVIS foi de 5% (6 de 121), incluindo 5 S. epidermidis (hVISE) e 1 S. aureus sensivel a meticilina (hVISA). Os isolados hVISE foram resistentes a ciprofloxacina e foram agr tipos II (n=4) e I (n=1)
Palavra-chave Humanos
Staphylococcus epidermidis
Infecções oculares
Fluoroquinolonas
Farmacorresistência bacteriana
Biofilmes
Tipagem molecular
Idioma Português
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 124 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 124 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22658

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta