Validação e desenvolvimento do método de imunonefelometria em papel filtro para o diagnóstico da deficiência de alfa-1 antitripsina no Brasil

Validação e desenvolvimento do método de imunonefelometria em papel filtro para o diagnóstico da deficiência de alfa-1 antitripsina no Brasil

Título alternativo Validation of a immune nephelometric method on filter paper for the diagnosis of alpha 1 antitrypsin in Brazil
Autor Zillmer, Laura Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Jardim, José Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina Translacional – São Paulo
Resumo Introdução: A defiCiência de alfa-1 antitripsina e uma desordem genetica que resulta no aparecimento precoce de enfisema pulmonar e doenca hepatica. A Organizacao Mundial de Saúde e American Thoracic Society /European Respiratory Society preconizam que os pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica realizem o rastreamento para defiCiência de alfa-1 antitripsina. No entanto, existe a necessidade de exames mais acessiveis para possibilitar a realizacao dessa orientacao em paises com extensa dimensao territorial, como o Brasil. A tecnica em papel filtro e um procedimento simples, que tem sido amplamente utilizado para o rastreamento genetico e diagnostico de diversas doencas. Objetivo: Validacao do metodo de dosagem de alfa-1 antitripsina por imunonefelometria em amostras de papel filtro em pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica no Brasil. Metodos: Foi analisada a dosagem da alfa-1 antitripsina plasmatica e em papel filtro de 192 pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica. Para a analise o papel filtro (WhatmanTM, GE, 903, lot W101, USA) foi picotado em discos com diametro de 6 mm e, posteriormente, diluidos em 200 μL de soro fisiologico permanecendo a 4ºC durante 12 horas. Tanto as amostras de papel filtro quanto de plasma foram analisadas no equipamento da Siemens BNII pelo metodo de imunonefelometria. Resultados: O coeficiente de correlacao entre a concentracao de alfa-1 antitripsina serica e no papel filtro foi de r= 0,45. Atraves da tecnica de reamostragem obootstrapo foi determinado um ponto de corte de 2,02 mg/dl, com um intervalo de confianca de 1,45 u 2,64 mg/dL (97%), para o papel filtro. Com o ponto de corte de 2,02 no papel filtro foi observado sensibilidade de 100%, especificidade de 95,7% e valor preditivo positivo de 27,2% e negativo de 100%. Conclusao: O metodo em papel filtro se mostrou uma ferramenta confiavel para o rastreamento de pacientes com defiCiência de alfa-1 antitripsina. Entretanto, recomenda-se que os individuos que apresentarem valores da alfa-1 antitripsina no papel filtro abaixo do valor maximo do intervalo de confianca (2,64 mg/dL) sejam investigados por meio de testes mais especificos, garantindo maior confiabilidade ao metodo
Palavra-chave Humanos
Deficiência de alfa 1-Antitripsina
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
Testes Diagnósticos de Rotina
Humanos
Idioma Português
Financiador Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia (AFIP)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2013
Publicado em ZILLMER, Laura. Validação e desenvolvimento do método de imunonefelometria em papel filtro para o diagnóstico da deficiência de alfa-1 antitripsina no Brasil. 2013. 83 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 82 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22654

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13847.pdf
Tamanho: 2.077MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta