Obesidade masculina

Título alternativo Male obesity: interrelations between hypogonadism and depressive symptoms
Autor Andrade e Falcao, Adriana Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Investigar a ocorrencia de hipogonodismo em homens obesos e sua possivel associacao com sintomas depressivos. Forma de estudo: estudo transversal. Sujeitos: 43 homens obesos (idade entre 30 e 60 anos com indice de massa corporea entre 30 a 50 kg/m). Metodo: O inventario de depressao Beck foi aplicado para mensurar sintomas depressivos. As medidas laboratoriais foram a media de tres medidas seriadas de testosterona FSH, LH e uma medida de estradiol, SHBG e insulina. Resultado: Do total de homens estudados, 80% apresentaram niveis de testosterona abaixo do limite norma e 28% apresentaram estradiol acima do valor maximo de referencia sugerindo aumento de atividade da aromatase presente no tecido adiposo. Inversa e significativa correlacao foi encontrada entre niveis sericos de insulina e niveis sericos de testosterona: correlacao igualmente significativa e positiva foi observada entre os niveis de estradiol e a relacao estradiol/testosterona com os escores do inventario de Beck. Nao houve correlacao entre os escores de Beck e o IMC. Conclusao: em individuos obesos a elevacao dos niveis de estradiol se associa diretamente a ocorrencia e gravidade dos sintomas depressivos
Palavra-chave Humanos
Masculino
Obesidade
Estradiol
Hipogonadismo
Depressão
Humanos
Masculino
Idioma Português
Data de publicação 2009
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2009. 37 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 37 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22641

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta