Valor preditivo da variacao de pressao de pulso para resposta a infusao de fluidos em pacientes ventilados com estrategia protertora

Valor preditivo da variacao de pressao de pulso para resposta a infusao de fluidos em pacientes ventilados com estrategia protertora

Título alternativo Predictive value of pulse pressure variation for fluid resposiveness in septic patients using lung-protective ventilation strategies
Autor Freitas, Flavio Geraldo Rezende de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos. A aplicabilidade da variacao de pressao de pulso (ΔPP) em predizer a resposta a infusao de fluidos em pacientes sob estrategia ventilatoria invasiva protetora e incerta na pratica clinica. Desenhamos esse estudo para avaliar a acuracia deste parametro em pacientes septicos ventilando com baixos volumes correntes (6ml.kg-1). Metodos. Foram incluidos quarenta pacientes apos a fase de ressuscitacao da sepse grave e choque septico que estavam ventilados com volume corrente de 6ml.kg-1. O ΔPP foi calculado automaticamente no baseline e apos prova de volume (7ml.kg-1). Pacientes que apresentaram incremento do debito cardiaco acima de 15% foram considerados respondedores. O valor preditivo do ΔPP e das variaveis estaticas (pressao atrial direita e pressao ocluida de arteria pulmonar) foi avaliado atraves da analise da curva ROC (receiver operating characteristics). Resultados. Trinta e quatro pacientes apresentavam caracteristicas consistentes com lesao pulmonar aguda ou sindrome de angustia respiratoria aguda (LPA / SDRA) e foram ventilados com altos niveis de PEEP [10.0 (10.0-13.5)]. Dezenove pacientes foram considerados respondedores. A pressao atrial direita e pressao ocluida de arteria pulmonar aumentaram significativamente e o ΔPP diminuiu significativamente apos infusao de fluidos. O desempenho do ΔPP [area da curva ROC: 0,91 (0,82-1,0)] foi superior a pressao atrial direita [area da curva ROC: 0,73 (0,59-0,90)] e a pressao ocluida de arteria pulmonar [area da curva ROC: 0,58 (0,40-0,76)]. A analise da curva ROC revelou que o melhor ponto de corte para o ΔPP foi de 6,5%, com uma sensibilidade de 0,89, especificidade de 0,90, valor preditivo positivo de 0,89 e valor preditivo negativo de 0,90. Conclusao. O ΔPP automatizado prediz com exatidao a resposta a infusao de fluidos em pacientes septicos ventilados com baixos volumes correntes
Palavra-chave Humanos
Hemodinâmica
Sepse
Síndrome do Desconforto Respiratório do Adulto
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 62 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 62 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22611

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta