Correlacao entre hiperplasia medular adrenal extra tumoral e risco de neoplasia endocrina multipla tipo II entre individuos com feocromocitoma esporadico

Correlacao entre hiperplasia medular adrenal extra tumoral e risco de neoplasia endocrina multipla tipo II entre individuos com feocromocitoma esporadico

Título alternativo Correlation between extra tumoral adrenal medullary hyperplasia and risk of multiple endocrine neoplasia Type II among individuals with sporadic pheochromocytoma
Autor Tenorio, Carlos Eugenio Lira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Feocromocitoma (feo) pode aparecer na forma esporadica ou associada a sindromes geneticas como a neoplasia endocrina multipla tipo II (MEN II). Essas formacoes tumorais podem ocasionalmente estar associadas a Hiperplasia Medular Adrenal que e definida como a expansao da camada medular para a cauda da glandula, alterando a relacao de tamanho entre a cortical e a medular. Objetivos: Primario: Verificar a concordancia entre a hiperplasia medular adrenal de localizacao extra-tumoral detectada por analise histopatologica e as mutacoes germinativas do RET detectada pelo sequenciamento de DNA extraido do sangue periferico nos pacientes com feo. Secundario: Verificar a prevalencia de alteracoes (mutacoes e polimorfismos) do RET em pacientes com feo em nossa instituicao, bem como comparar os polimorfismos do RET encontrados em nosso estudo com os polimorfismos encontrados no grupo controle de cem individuos para determinar se existe uma possivel predisposicao dos polimorfismos do RET ao feocromocitoma. Metodo: Durante o periodo de 2000 a 2008, trinta e tres pacientes com feo (vinte e oito aparentemente esporadicos, e cinco com historico familiar documentado. Destes cinco pacientes, dois apresentavam historico familiar de MEN II e tres de feo) foram submetidos a tratamento cirurgico apos preparo clinico adequado, e a coleta de sangue periferico para pesquisa de alteracoes (Mutacoes e polimorfismos) do protooncogene RET atraves das tecnicas de extracao de DNA, PCR e sequenciamento genetico. A presenca de hiperplasia medular adrenal foi correlacionada com a presenca de mutacoes do RET em todos os nossos pacientes. Os polimorfismos L769, S836, S904 e G691S encontrados nos 33 pacientes com feo foram comparados com aqueles encontrados nos cem individuos do grupo controle. Resultados: A hiperplasia medular adrenal foi diagnosticada histologicamente em tres individuos com feo: nos dois casos com historico de MEN II e num terceiro paciente com feo aparentemente esporadico. As mutacoes do RET foram encontradas unicamente nesses tres pacientes. Nenhum dos tres casos com historico de feo familiar apresentou hiperplasia ou mutacao no RET. A prevalencia de mutacoes germinativas do RET em todos os pacientes com feo foi de 9,1%, enquanto naqueles com feo esporadico foi de 3,6%. Ja a prevalencia de polimorfismos do RET no total de pacientes foi de 39,4%, praticamente identica a dos casos de feo esporadico (42,8%). Nao houve significancia estatistica entre a prevalencia dos polimorfismos L769, S836, S904 e G691S encontrados em nossa casuistica e na populacao controle: L769 (21,21% x 30%), S836 (0% x 4%), S904 (21,21%x 37%), G691(21,21% x 37%). Conclusoes: Dada a concordancia perfeita entre Hiperplasia Medular Adrenal e as mutacoes no RET, sugerimos que, a pesquisa de mutacoes no RET seja necessaria nos pacientes com feo aparentemente esporadico que apresentem hiperplasia medular adrenal. A prevalencia de mutacoes do RET nos casos de feo esporadico foi de 3,6%, bem menor em comparacao aquela encontrada no total de pacientes (9,1%), enquanto que a prevalencia de polimorfismos do RET foi semelhante nos casos de feo esporadico (42,8%) e no total de pacientes (39,4%). Nao houve uma predisposicao dos polimorfismos do RET ao surgimento do Feocromocitoma.
Palavra-chave Humanos
Feocromocitoma
NEOPLASIA ENDOCRINA MULTIPLA TIPO II
Proteínas Proto-Oncogênicas c-ret
Medula Suprarrenal/patologia
Hiperplasia
Humanos
Idioma Português
Data de publicação 2011
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2011. 72 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 72 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22604

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta