Leitura da fala em um grupo de deficientes auditivos

Leitura da fala em um grupo de deficientes auditivos

Título alternativo Speechreading in a group of hearing impaired
Autor Oliveira, Leticia Neves de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Chiari, Brasilia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Distúrbios da comunicação humana (fonoaudiologia) – São Paulo
Resumo Introdução: A Leitura da Fala e fundamental para suprir as dificuldades de compreensao da fala acarretada pela defiCiência auditiva, possibilitando a comunicacao interpessoal. Objetivos: Analisar a leitura da fala em um grupo de individuos com defiCiência auditiva e verificar os fatores que a influenciam. Metodos: Para este estudo foram avaliados 40 individuos, 20 do sexo masculino e 20 do sexo feminino, com perda auditiva de grau severo a profundo e idade entre 13 e 70 anos (grupo em estudo) e 21 ouvintes, 9 do sexo masculino e 12 do sexo feminino, com idade entre 17 e 63 anos (grupo controle). Como instrumentos de pesquisa, utilizaram-se anamnese, para caracterizar os grupos; tres testes de Leitura da Fala para avaliar o reconhecimento de palavras, frases, perguntas e de uma historia, apresentando-se estimulos por meio de video, sem som, com uma locutora feminina; e um teste de vocabulario, para verificar sua influencia sobre a leitura da fala. Realizou-se estatistica descritiva e analitica (Teste ANOVA e Correlacao de Pearson), adotando-se o nivel de significancia de 0,05 (5%) e intervalo de confianca de 95%. Resultados: Observou-se melhor desempenho do grupo com defiCiência auditiva em todos os testes, exceto em frases em conjunto fechado. Analisando somente o grupo com defiCiência auditiva, verificou-se diferenca de desempenho entre os testes (p<0,001), com diminuicao de desempenho conforme aumentava a complexidade da tarefa. Os testes tambem apresentaram correlacao entre si. Verificou-se ainda correlacao entre o desempenho no teste de vocabulario e os de leitura da fala. Apresentaram melhor desempenho na maioria dos testes de leitura da fala os individuos dom defiCiência auditiva pre-lingual e os que realizaram terapia de leitura da fala. As variaveis sexo e anos de estudo nao apresentaram influencia na leitura da fala. Conclusao: Individuos com defiCiência auditiva apresentaram melhor desempenho em tarefas de leitura da fala, em comparacao com ouvintes. Alem disso, verificou-se que a capacidade de realizar a leitura da fala pode ser influenciada pelo vocabulario, epoca de instalacao da defiCiência auditiva e realizacao terapia de leitura da fala
Palavra-chave Leitura Labial
Perda Auditiva
Análise de Variância
Medida da Produção da Fala
Análise e Desempenho de Tarefas
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2013
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2013. 54 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 54 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22591

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta