Características laboratoriais das ceratites e conjuntivites causadas por Streptococcus sp

Características laboratoriais das ceratites e conjuntivites causadas por Streptococcus sp

Título alternativo Laboratorial findings of Streptococcus keratitis and conjunctivitis
Autor Solari, Helena Parente Autor UNIFESP Google Scholar
Sousa, Luciene Barbosa de Autor UNIFESP Google Scholar
Freitas, Denise de Autor UNIFESP Google Scholar
Yu, Maria Cecília Zorat Autor UNIFESP Google Scholar
Hofling-Lima, Ana Luisa Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To evaluate laboratorial findings of Streptococcus keratitis and conjunctivitis, analyzing the different species and the results of bacterial susceptibility to an antibiotics. METHODS: Retrospective study of the records from the External Disease Laboratory of the Ophthalmology Department of the Federal University of São Paulo, with conjunctival or corneal positive bacterial culture for Streptococcus sp, between January 1995 and December 2001. The collected data were age, Streptococcus species and the bacterial susceptibility to the following antibiotics: cephalotin, amikacin, gentamicin, tobramicin, ciprofloxacin, lomefloxacin, ofloxacin, norfloxacin and vancomicin. RESULTS: The most frequent species were Streptococcus pneumoniae and Streptococcus viridans. Regarding bacterial susceptibility to antibiotics we found a higher susceptibility to the following antibiotics: cephalotin, quinolones and vancomicin. CONCLUSIONS: Considering the commercially available topic antibiotics, the quinolones presented better results when compared to the aminoglycosides.

OBJETIVOS: Analisar os resultados laboratoriais de conjuntivites e ceratites com cultura positiva para Streptococcus sp, avaliando a incidência das diferentes espécies e os dados dos antibiogramas. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de revisão de prontuários de pacientes encaminhados ao laboratório de Doenças Externas do Departamento de Oftalmologia da UNIFESP com resultado de cultivo bacteriano positivo de córnea ou conjuntiva e com identificação de alguma cepa do gênero Streptococcus sp, no período de janeiro de 1995 a dezembro de 2001. Analisou-se idade do paciente, espécie de Streptococcus e os testes de sensibilidade aos seguintes antibióticos: cefalotina, amicacina, gentamicina, tobramicina, ciprofloxacina, lomefloxacina, ofloxacina, norfloxacina e vancomicina. RESULTADOS: As espécies mais encontradas foram Streptococcus pneumoniae e Streptococcus viridans. Com relação aos antibióticos, a sensibilidade foi maior à cefalotina, às quinolonas e à vancomicina. CONCLUSÕES: Considerando-se os antibióticos tópicos comercialmente disponíveis, as quinolonas apresentam melhor espectro de ação quando comparadas aos aminoglicosídios.
Assunto Conjunctivitis, bacterial
Keratitis
Eye infections, bacterial
Streptococcus pneumoniae
Viridans, streptococci
Fluoroquinolones
Quinolones
Antibacterial agents
Conjuntivite bacteriana
Ceratite
Infecções oculares bacterianas
Streptococcus pneumoniae
Streptococci viridans
Fluoroquinolonas
Quinolonas
Agentes antibacterianos
Idioma Português
Data 2004-10-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 67, n. 5, p. 781-784, 2004.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 781-784
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492004000500016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492004000500016 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2259

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492004000500016.pdf
Tamanho: 63.51Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)