Efeito da ventilação com diferentes frações inspiradas de oxigênio e do alopurinol na isquemia-reperfusão pulmonar em ratos

Efeito da ventilação com diferentes frações inspiradas de oxigênio e do alopurinol na isquemia-reperfusão pulmonar em ratos

Título alternativo Effects of ventilation with different inspired oxygen concentrations and of allopurinol on lung ischaemia-reperfusion injury in rats
Autor Silva, Fábio May Da Autor UNIFESP Google Scholar
Silveira, Rafael José Google Scholar
Hallal, Ana Luiza De Lima Curi Google Scholar
Wilhelm Filho, Danilo Google Scholar
Cardoso, João José De Deus Google Scholar
Leao, Luiz Eduardo Villaca Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina
Universidade Federal de Santa Catarina
Faculdade de Saúde Pública e Epidemiologista
Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Ecologia e Zoologia
Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Clínica Cirúrgica
Resumo BACKGROUND: To evaluate the effects on lung ischaemia-reperfusion injury of ventilation with inspired oxygen concentrations of 0.21 and 1.00, and of allopurinol (an antioxidant). METHODS: Sixty Wistar rats were randomly allocated to six groups. Group I was the control group, while Groups II and III comprised the animals ventilated during ischaemia-reperfusion with 0.21 and 1.00 FiO2, respectively. The three remaining groups IA, IIA and IIIA were pre-treated with 100 mg/kg allopurinol and submitted to similar procedures as groups I, II and III respectively. The model used was normothermic ischaemia-reperfusion in situ. The duration of ischaemia was 30 minutes and that of reperfusion 10 minutes. Outcome measures included mean systemic arterial pressure (MAP), the partial pressure of oxygen/inspired fraction of oxygen (PaO2/FiO2) ratio, the level of thiobarbituric acid reactive substances (TBARS) in the lung tissue and the lung wet/dry weight ratio. RESULTS: There was a significant (p<0.05) decrease in the MAP among groups III x I, II x IIA and III x IIIA. With regard to the PaO2/FiO2 there was a significant (p<0.05) decrease between groups III x II and III x IIIA. The TBARS level showed a significant (p<0.05) reduction in group III compared to group IIIA. Meanwhile, there was a significant (p<0.05) increase in the lung wet/dry weight ratio comparing groups III x II, II x IIA and III x IIIA. CONCLUSION: Ventilation with 21% oxygen (FiO2=0.21), when compared to ventilation with 100% oxygen (FiO2 =1.0), resulted in a smaller decrease in MAP, an improved PaO2/FiO2 ratio and less pulmonary oedema. Compared to non-treated groups, the pre-treatement with allopurinol lead to a lower MAP decrease, an improved PaO2/FiO2 ratio, lower TBARS production and less pulmonary oedema.

OBJETIVO: Avaliar o efeito da ventilação associada a frações inspiradas de oxigênio a 0,21 e 1,00 e do alopurinol (antioxidante) na isquemia-reperfusão pulmonar. MÉTODO: Foram utilizados 60 ratos Wistar, distribuídos aleatoriamente em seis grupos. O grupo 1 foi o controle; no grupo 2 os animais foram ventilados durante a isquemia-reperfusão pulmonar com FiO2 de 0,21; e no grupo 3, com FiO2 de 1,00. Os três grupos restantes 1A, 2A e 3A foram medicados com 100 mg/kg de alopurinol no pré-operatório e submetidos a procedimentos semelhantes aos grupos 1, 2 e 3, respectivamente. O modelo utilizado foi de isquemia-reperfusão normotérmica, in situ. O tempo de isquemia foi de 30 minutos, e o de reperfusão, de 10 minutos. Como parâmetros de avaliação foram utilizados a pressão arterial média sistêmica (PAM), a relação da pressão parcial de oxigênio/fração inspirada de oxigênio (PaO2/FiO2), a dosagem das substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) no tecido pulmonar e a relação entre peso pulmonar úmido e peso pulmonar seco. RESULTADOS: Em relação à PAM, ocorreu diminuição significante (p<0,05) entre os grupos 3 x 1, 2 x 2A e 3 x 3A. Na PaO2/FiO2 ocorreu diminuição significante (p<0,05) entre os grupos 3 x 2 e 3 x 3A. Nas TBARS ocorreu diminuição significante (p<0,05) entre os grupos 3 x 3A. Na relação peso pulmonar úmido/seco ocorreu aumento significante (p<0,05) entre os grupos 3 x 2, 2 x 2A e 3 x 3A. CONCLUSÕES: A ventilação com oxigênio a 21%, quando comparada à ventilação com oxigênio a 100%, apresentou diminuição menos acentuada da PAM, melhor relação entre PaO2/FiO2, e menor edema pulmonar. O uso de alopurinol no pré-operatório mostrou uma diminuição menos acentuada da PAM, melhor relação entre PaO2/FiO2, menor produção de TBARS e menor edema pulmonar, quando comparado aos resultados dos grupos que não o utilizaram.
Palavra-chave Reperfusion
Oxygen free radicals
Lung
Allopurinol
Reperfusão
Radicais livres de oxigênio
Pulmão
Alopurinol
Idioma Português
Data de publicação 2004-10-01
Publicado em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 31, n. 5, p. 291-298, 2004.
ISSN 0100-6991 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Extensão 291-298
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912004000500005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-69912004000500005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2254

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-69912004000500005.pdf
Tamanho: 849.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta