Análise da variação no número de cópias (CNV) de DNA em uma família com síndrome NEM 2A e mutação p.G533C no gene RET: identificação de regiões associadas à predisposição para o desenvolvimento de metástase aos linfonodos

Análise da variação no número de cópias (CNV) de DNA em uma família com síndrome NEM 2A e mutação p.G533C no gene RET: identificação de regiões associadas à predisposição para o desenvolvimento de metástase aos linfonodos

Título alternativo Copy number variation (CNV) analysis of DNA in a family with MEN2A syndrome and a RET p.G533C mutation: identification of regions associated with a predisposition to lymph node metastasis development
Autor Araujo, Aline Neves Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Cerutti, Janete Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Biologia Estrutural e Funcional – São Paulo
Resumo O carcinoma medular da tiroide (CMT) e um tumor maligno originado das celulas C da tiroide, que pode ocorrer na forma hereditaria como parte da sindrome de neoplasia endocrina multipla do tipo 2 (NEM 2), ou na forma esporadica. A forma hereditaria e dividida nas variantes clinicas NEM 2A, NEM 2B e CMTF (carcinoma medular de tiroide familial). Nosso grupo identificou uma nova mutacao no gene RET (p.G533C) em uma familia com NEM 2A. Uma vez que a analise de seguimento dos pacientes indicou uma heterogeneidade clinica entre os portadores da mutacao, principalmente associada a presenca de metastase aos linfonodos, tivemos como objetivo principal investigar se a variacao no numero de copias (CNV) de DNA, presente na linhagem germinativa, poderia estar associada a predisposicao ao desenvolvimento de metastase aos linfonodos nesta familia, bem como correlacionar as CNVs candidatas as demais caracteristicas clinicas. Para isso, quinze pacientes com CMT e mutacao p.G533C foram divididos em dois grupos (com presenca de metastase aos linfonodos, n=8, e sem metastase, n=7) e utilizados em um screening inicial, pela hibridizacao individual de seus DNAs em chips da plataforma Genome-Wide Human SNP Array 6.0. A analise comparativa entre os grupos resultou na identificacao de dez regioes contendo CNVs que poderiam estar associadas a agressividade do CMT. As regioes candidatas, algumas delas contendo genes, foram avaliadas pela reacao em cadeia da polimerase quantitativa (qPCR) em um grupo maior de pacientes da familia (n=26), composto pelos individuos iniciais alem de mais membros da familia. A validacao dessas CNVs por qPCR identificou uma CNV associada ao fenotipo mais agressivo, observado pela presenca de metastase aos linfonodos na familia (Teste Exato de Fisher; 0,05), que foi a delecao de FMN2 (P=0,0362). As regioes alteradas tambem foram analisadas em conjunto, e o Teste Exato de Fisher revelou que as alteracoes (delecoes/amplificacoes) foram diferentes entre o grupo metastatico e nao metastatico (P=0,0310), sendo que as delecoes no grupo metastatico (P=0,0375) apresentaram-se como mais determinantes para diferenciar os grupos do que as amplificacoes no grupo nao metastatico (P=0,0873). Os dados sugerem que, em geral, as delecoes foram mais associadas ao pior curso clinico da doenca, como observado pela CNV de delecao que contem o gene FMN2 que foi relacionada a presenca de metastase aos linfonodos, assim como o agrupamento das regioes deletadas foi tambem relacionado a metastase. Em conclusao, nos definimos um perfil de CNVs relacionadas a presenca de metastase aos linfonodos em pacientes com CMT e mutacao p.G533C no gene RET
Palavra-chave Neoplasia Endócrina Múltipla Tipo 2a
Transfecção
Variações do Número de Cópias de DNA
Carcinoma Medular
Neoplasias da Glândula Tireoide
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data de publicação 2013
Publicado em ARAUJO, Aline Neves. Análise da variação no número de cópias (CNV) de DNA em uma família com síndrome NEM 2A e mutação p.G533C no gene RET: identificação de regiões associadas à predisposição para o desenvolvimento de metástase aos linfonodos. 2013. 94 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 66 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22536

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13759.pdf
Tamanho: 2.936MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta