Análise radiológica da veia cava caudal em ratos Wistar

Análise radiológica da veia cava caudal em ratos Wistar

Título alternativo Radiologic analyses of caudal vein in Wistar rats
Autor Schmidt, Luciano Rodrigues Google Scholar
Cardoso, Edson José Autor UNIFESP Google Scholar
Schmidt, Rogério Rodrigues Google Scholar
Silva, Carlos Alberto Justo E Autor UNIFESP Google Scholar
D'acampora, Armando José Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Santa Catarina Hospital Universitário
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To present an angiographic method, to visualize the cava and iliac veins in rats, emphasizing the colateral circulation, developed after interrupting the venous flow. METHODS: Twenty four male Wistar rats were studied, weighting 300 to 350g. the access used to injection of the iodined contrast, necessary to the radiologic study, was the dorsal vein of the penis. The method of cavography was tested at the 15th postoperative day, in three groups of six animals. RESULTS: The group I is control. In groups II and III the animals were submitted respectively of ligature of the caudal vena cava above and below of the iliolumbar veins. In group IV they were submitted to the ligature of the right iliac vein, besides of control group that was not operated. CONCLUSION: The cavography with the injection in the penile vein, is capable of viewing the iliac vein and caudal vena cava, as well as the colateral circulation developed in cases the blood flow was interrupted in these vessels.

OBJETIVO: Apresentar um método de estudo angiográfico da veia cava caudal em ratos. MÉTODOS: Foram utilizados 24 ratos Wistar machos, com peso entre 300 a 350 gramas. Os animais foram operados com anestesia geral, utilizando-se injeção intraperiotoneal da solução de Cloridrato Ketamina e Cloridrato de 2-(2,6- xilidino) -5,6- dihidro-4H-1,3-tiazina. O contraste iodado foi injetado na veia dorsal do pênis do rato, utilizando uma agulha de calibre 21 acoplada ao sistema Butterfly® de infusão. O método de cavografia foi testado, no 15º dia de pós-operatório, em três grupos de 6 animais. O Grupo I foi o controle. Nos grupos II e III os animais foram submetidos respectivamente à ligadura da veia cava caudal acima e abaixo da desembocadura das veias íleo-lombares. No grupo IV à ligadura da veia ilíaca direita. RESULTADOS: Os exames flebográficos realizados permitiram observar a anatomia e a perviedade das veias que formam o sistema cava, e a circulação colateral desenvolvida, de todos os animais estudados. CONCLUSÃO: A cavografia por via peniana, permite a visibilidade das vias ilíacas e cava caudal, bem como a circulação colateral desenvolvida, em ratos machos.
Palavra-chave Cavography
Angiography
Rats
Cavografia
Angiografia
Ratos
Idioma Português
Data de publicação 2004-10-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 19, n. 5, p. 517-522, 2004.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 517-522
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502004000500010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86502004000500010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2253

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502004000500010.pdf
Tamanho: 165.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta