Influência da restrição aguda de sono no controle neuroendócrino da ingestão alimentar e metabolismo de indivíduos obesos.

Influência da restrição aguda de sono no controle neuroendócrino da ingestão alimentar e metabolismo de indivíduos obesos.

Título alternativo Titulo em ingles: Influence of obesity in neuroendocrine and metabolic alterations of acute sleep restriction
Autor Zimberg, Ioná Zalcman Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mello, Marco Túlio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Psicobiologia – São Paulo
Resumo Objetivo: O presente estudo teve como objetivo analisar as respostas neuroendocrinas, metabolicas e polissonograficas de individuos obesos e eutroficos submetidos a restricao do inicio e final do sono. Metodos: Quinze adultos jovens saudaveis (26,63±2,68 anos) do sexo masculino, sendo 7 obesos (IMC: 33,43±2,84) e 8 com peso normal (IMC: 22,22±2,54), participaram de 3 condicoes de sono crossover randomizadas com 3 noites de duracao, sendo: sono normal (sono: 23-07h), restricao do inicio do sono (RIS) (sono: 03-07h) e restricao do final do sono (RFS) (sono: 23-03h). Em cada condicao, os voluntarios permaneceram 4 dias no laboratorio. Durante a permanencia no laboratorio, foram oferecidas 3 refeicoes normocaloricas ao longo do dia. No terceiro dia de cada condicao, a partir das 07:00 horas, foram iniciadas as coletas de sangue, que se repetiram a cada 1 hora durante 24 horas. Foram analisadas as concentracoes de glicose, insulina, peptideo C, colesterol total e fracoes, triacilglicerol, acidos graxos livres nao-esterificados (NEFA), cortisol, adiponectina, TNF-α, IL-6, proteina C reativa, leptina, grelina total e grelina acilada. No quarto dia, as 07:00 horas foi realizada a medida da taxa metabolica basal. Resultados: No grupo obesidade foram verificadas as seguintes modificacoes estatisticamente significantes: aumento da concentracao de cortisol no periodo da noite e reducao de manha apenas na RFS, aumento da concentracao de leptina ao longo das 24 horas da RIS e no periodo da manha da RFS. No grupo peso normal foram observadas as seguintes modificacoes estatisticamente significantes: reducao da tolerancia a glicose noturna em conjunto com a elevacao da concentracao de insulina e peptideo C em resposta ao cafe da manha na RFS, aumento das concentracoes de IL-6 no periodo da noite na RIS e ao longo das 24 horas na RFS, reducao das concentracoes de grelina total na RIS e RFS e da grelina acilada na RFS. Em ambos os grupos foram verificadas as seguintes modificacoes estatisticamente significantes: reducao das concentracoes de colesterol total e fracoes, triacilglicerol e NEFA na RIS e RFS, reducao das concentracoes de TNF-α no periodo da noite na RIS e RFS e aumento da concentracao de adiponectina na RIS. Verificou-se que a taxa metabolica basal aumentou significantemente na condicao de RFS do grupo obesidade. Conclusao: A restricao de sono por tres noites levou a modificacoes neuroendocrinas e metabolicas distintas entre os grupos avaliados mas que sugerem prejuizo no metabolismo glicidico e lipidico, inflamacao e alteracao dos neuropeptideos associados ao controle do comportamento alimentar, que poderia predispor a resistencia a insulina e doencas cardiometabolicas. Esses dados contribuem para o aprofundamento das multiplas vias metabolicas que ligam a restricao de sono a obesidade
Palavra-chave Masculino
Sono
Obesidade
Comportamento Alimentar
Inflamação
Lipídeos/sangue
Masculino
Idioma Português
Data de publicação 2012
Publicado em ZIMBERG, Ioná Zalcman. Influência da restrição aguda de sono no controle neuroendócrino da ingestão alimentar e metabolismo de indivíduos obesos. 2012. 143 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 121 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22527

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Tese-13704.pdf
Tamanho: 3.385MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta